Advertise here

Museo Del Novecento


  - 1 opiniões

A mais Nova coleção de coisas Velhas - Museo Del Novecento

Publicado por Amanda Krelling — há 5 anos

Em 2010 nasceu maaais um museu me Milão! Com nome de um “século” e situado na Piazza Del Duomo, no Palácio do Arengario, o Museo Del Novecento é dotado de uma bela e futurista estrutura. O museu se dedica a exposição de coleções de arte do Século XX e tem como objetivo a difusão de conhecimento, conservação e estudo da cultura do Século XX, procurando envolver um público que vai desde especialistas até crianças.

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

O início da visita ao museu se dá com a obra de Giuseppe Pellizza da Volpedo, Il Quarto Stato (O Quarto Estado), de 1901. A grande tela possui 293 cm x 545 cm e tornou-se um símbolo de causas populares progressistas, primeiramente na Itália e depois se espalhando pelo resto do mundo. Demorou muito tempo para que o quadro tivesse o reconhecido valor, sendo até mesmo jogado em depósitos do Castello Sforzesco na época do fascismo, que sabia perfeitamente a idéia passada pela obra. Mais tarde, porém, a tela saiu do esquecimento e começou a ser visto como um manifesto político do proletariado. A partir de então, a imagem foi parar em muitas publicações esquerdistas e livros escolares.

O quadro é um reflexo das idéias políticas de Pellizza, que procura ilustrar os trabalhadores saindo da escuridão e indo em direção a luz da justiça social. O nome dado inicialmente pelo autor era “O Caminho dos Trabalhadores”, mas este foi mudado posteriormente para “O Quarto Estado”. Esse nome faz referência à história européia na época da Revolução Francesa, em que a burguesia teria vencido o primeiro e o segundo estado (nobreza e clero), tornando-se o terceiro estado. A classe de trabalhadores seria então, o quarto estado.

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

O museu divide-se em diferentes períodos artísticos, como o Futurismo e o Abstratismo.

Algumas das principais obras:

  • Giuseppe Pellizza da Volpedo: Il Quarto Stato, 1901;
  • Giacomo Balla: Ragazza che corre sul balcone, 1912;
  • Umberto Boccioni: Unique Forms of Continuity in Space, 1913; Development of a Bottle in Space, 1912-1935;
  • Amedeo Modigliani: Ritratto di Paul Guillaume, 1916;
  • Giorgio de Chirico: Il figliol prodigo, 1922; Le Trouble du Philosophe, 1925;
  • Gino Severini: La chahuteuse (dinamismo di una danzatrice), 1912;
  • Paul Klee: Wald Bau, 1919;
  • Lucio Fontana: Soffitto spaziale, 1956;
  • Piero Manzoni: Artist's Shit, 1961;
  • Giorgio Morandi: Natura morta con manichino, 1919;
  • Pablo Picasso: Femme Nue, 1907; La bouteille de Bass, 1912-14;
  • Wassily Kandinsky: Composition, 1916;
  • Henri Matisse: Odalisque, 1925;
  • Piet Mondrian: Lighthouse in Westkapelle, 1909-1910.

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

O museu fornece uma bela vista da Duomo di Milano, além de uma arquitetura bastante sofisticada e alternativa para os padrões europeus (entende-se: prédios normalmente muuuito antigos). O andar superior do edifício ainda conta com um restaurante com entrada independente e funcionamento até aproximadamente 2:00 horas da manhã.

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

Outras informações:

  • Preço da entrada: 5, 00 euros;
  • Preço reduzido: 3, 00 euros.

Quem pode pagar o preço reduzido:

  • Estudantes universitários com carteirinha;
  • Adultos com mais de 65 anos;
  • Funcionários da prefeitura de Milão.

Entrada gratuita:

  • Crianças e pessoas com menos de 25 anos;
  • Professores acompanhando seus alunos;
  • Guias turísticos e intérpretes acompanhando seus grupos;
  • Pessoas com deficiência;
  • Jornalistas com cartão de imprensa;
  • Alunos com permissão especial da Direção do Museu;
  • Membros da ICOM (International Council of Museums);
  • Associações autorizadas;
  • Superintendentes de autoridades estaduais e regionais;
  • Funcionários de museus municipais.

Horários de funcionameto:

  • Segundas: 14:30 horas até às 19:30 horas;
  • Terças-feiras, quartas-feiras, sextas-feiras e domingos: 09:30 horas até às 19:30;
  • Quintas-feiras e sábados: 09:30 horas até às 22:30 horas.

*Entradas uma hora antes do fechamento são de graça;

*Todas as sextas-feiras as entradas a partir das 15:30 horas são gratuitas.

Mais informações:

*É possível fazer uma tour virtual pelo museu na Internet

Conclusão final:

Na minha opinião?

O lugar vale muito a pena para quem entende de arte!

Para leigos: alguns quadros são bastante interessantes, mas de uma forma geral você acaba perdendo o foco e torna-se um pouco cansativo. Não tem nada que chama graande atenção (tirando a linda visão da Duomo). No meu caso, o único artista que conhecia era Pablo Picasso, e mesmo assim os trabalhos dele passaram despercebidos (“como assim tinha Picasso lá? ” – shame on me). Maaas se você, assim como eu, estiver com tempo e puder entrar sem pagar... Um museu a menos na lista (que é grande)!

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

a-nova-coleca-de-coisas-velhas-museo-del

Galeria de fotos



Content available in other languages

Dá a tua opinião sobre este lugar!

Conheces Museo Del Novecento? Partilha a tua opinião sobre este lugar.


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!