Advertise here

Chiesa di San Carlo al Corso


  - 1 opiniões

Um espaço de paz numa das ruas mais movimentadas de Milão!

Publicado por Ana Carolina Helena — há 2 anos

Ando a aproveitar estes dias de férias entre semestres para explorar um pouco mais a cidade em que estou a estudar: Milão. É frequente, após alguns meses, acharmos que já conhecemos bastante bem a cidade, mas a verdade é que uma cidade com a dimensão desta tem sempre novos cantos prontos a serem explorados.

Um espaço de paz numa das ruas mais movimentadas de Milão!

Os caixotões no interior - Março de 2017 

Tenho, então, tirado umas horinhas do meu dia para fazer "turismo urbano" e a proveitar estes dias de pausa da melhor maneira: enriquecendo o meu conhecimento sobre a cidade, embrenhando-me em novas ruelas e praticando, sempre que possível, o meu italiano. 

Inspirada pela sugestão de um colega milanês, dediquei, ontem, a minha tarde à visita de duas igrejas bem no centro da cidade. Como queria ir comprar alguns postais a uma banca que os vende ao preço da chuva bem perto do Castello, juntei o útil ao agradável e fui explorar este dois espaços. O dia estava bastante solarengo (é Março a dizer "Olá!" e os primeiros sinais da Primavera), o que tornou este passeio bastante agradável. 

Vou então falar-vos da minha segunda paragem: a Chiesa di San Carlo al Corso. 

De que se trata? 

A Chiesa di San Carlo al Corso surgiu em pleno séc.XVIII, no fim do período neoclássico, no lugar daquela que tinha sido a Chiesa di Santa Maria dei Servi, datada do séc.XIV. A poucos passos da praça mais central e conhecida da cidade, a Piazza Duomo, esta Igreja tem entrada pelo movimentado e comercial Corso Vittorio Emanuelle II, que neste lugar ganha uma "barriga" - a Piazza homónima à Igreja. 

Um espaço de paz numa das ruas mais movimentadas de Milão!

Pormenor da Cúpula - Março de 2017

San Carlo al Corso foi fruto de um novo plano urbano remodelador feito para o centro histórico milanês nos primeiros anos de 1800, que tentava dar alguma importância a este novo eixo - o Corso - que ligava o Duomo a, na altura, Porta Oriental da cidade. Carlo Amatti, arquitecto da terra, é chamado a desenvolver este novo projecto, cujo início remonta a 1839 e demonstra ser extremamente influenciado por uma outra grande obra prima da Arquitectura Italiana - o Pantheon, em Roma. A sua forma circular, a altitude demesurada em relação à escala humana, o lanternim no topo da cúpula e os caixotões são alguns dos elementos comuns às duas empreitadas. 

Esta igreja foi inaugurada em 1847, oito anos após o início da sua construção, e dedicada a San Carlo Borromeo. Actualmente, e apesar da sua imponência, não é uma igreja que tenha demasiado destaque no panorâma turístico da cidade, apesar do grande valor arquitectónico que claramente detem. Dever-se-á sobretudo à sua posição num dos eixos mais movimentados, onde grande parte das pessoas passam apressadas e acabam por não reparar na beleza dos edifícios ao seu redor e à proximidade a  um edifício maior - o Duomo di Milano. 

A praça exterior é um lugar calmo, o espaço ideal para uma pausa durante uma tarde de compras ou simplesmente para observar de fora o fernesim milanês. Existem alguns cafezinhos nas arcadas laterais, sustentadas por massudas colunas de granito, onde é possível descansar e tomar qualquer coisa, protegido pelas intempéries ou do sol intenso da hora de almoço. 

Como chegar?

Chegar à Chiesa di San Carlo al Corso é bastante fácil. Quem utiliza os transportes públicos, pode tomar a linha M1 (Linha Vermelha) até à estação Duomo ou San Babila. As estações estão equidistantes da igreja, basta apenas tomar a direcção "Corso Vittorio Emanuelle" e será fácil encontrar este local. Para quem vem do lado do Duomo a pé basta contorná-lo do lado esquerdo - de quem está virado pela fachada principal - e andar alguns metros que este surgirá do lado esquerdo. Quem vem de San Babila, verá a igreja do lado exactamente oposto. 

Um espaço de paz numa das ruas mais movimentadas de Milão!

Vista para as arcadas - Março de 2017 

O percurso a pé é breve e não tem dificuldade acrescida, já que o terreno é bastante plano. Lembrar só que o Corso Vittorio Emanuelle é uma das vias mais movimentadas no que ao tráfego pedonal diz respeito na cidade e convém evitar horas mais conturbadas para disfrutar de um passeio mais tranquilo e propício à observação destes belos locais. 

Quando visitar? 

Segundo o site, a Chiesa di San Carlo al Corso está aberta todos os dias entre as 7h00 e as 12h00 e entre as 16h00 e as 20h00. No local está sempre uma freira, disponível para tirar qualquer questão e um expositor com brochuras gratuitas em várias línguas (pelo menos italiano, inglês e francês) que contam sumariamente a história do local. 

Durante as celebrações é vetada a visita aos turistas e é um espaço que requer bastante silêncio já que durante o tempoque lá estive estiveram sempre pessoas a orar e outras em confissão. 

Quanto custa? 

A visita à igreja não custa absolutamente nada, já que é um espaço de culto católico aberto a todos os fiéis e curiosos!

Um espaço de paz numa das ruas mais movimentadas de Milão!

Vista do Corso Vittorio Emanuelle II - Março de 2017

Impressões Finais 

Gostei bastante de visitar este espaço. Tem uma atomosfera que faz realmente lembrar o Pantheon em Roma, que tive a possibilidade de visitar em Setembro do ano passado. É um local onde se pode encontrar paz e tempo para a intrsopecção, mesmo não se sendo crente. Recomendo a visita a todos aqueles que são particularmente interessados por Arquitectura e pelo estilo neoclássico ou a todos os vistitantes mais curiosos que de visita por Milão procurem sítios menos turísticos mas igualemente magestosos e monumentais. 

Galeria de fotos


Dá a tua opinião sobre este lugar!

Conheces Chiesa di San Carlo al Corso? Partilha a tua opinião sobre este lugar.


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!