Advertise here

Quando o calor aperta em Milão...

Publicado por Catarina Frazão de Faria — há 9 meses

Junho de 2018 espalhou por Milão uma onda de calor que, para grandes males, obrigava a grandes remédios, ou seja, refrescarmo-nos nalgum sítio... Fosse onde fosse!

Praia ou Lago! Opção número 1, quando podemos sair de Milão

Estando em Milão, ir à praia torna-se mais complicado, pois envolve deslocações superiores a pelo menos 2h, seja de carro ou de comboio.

Das regiões costeiras vizinhas, a Liguria é uma das alternativas evasivas de eleição. No entanto, para mim nunca foi muita chamativa, já que muitas daquelas "praias" não têm areia nenhuma (só seixos, e grandes). Não querendo ofender o povo italiano, para quem está habituada ao maravilhoso Algarve, aquilo é para rir... Mas claro que em termos de visita vale muita a pena, existindo numerosos destinos belissímos para passeios turísticos - neste contexto publicarei futuramente outros textos relatando as minhas viagens a Cinque Terre, Santa Margherita e Genova .

Do outro lado italiano, a costa do Adrático dispõe de variadas opções, acessíveis e mais atractivas para quem procura estender a toalha em areia a sério e dar um mergulho num mar mais convicente. Entre Ravenna a Ancona, as praias multiplicam-se, nomeadamente falando das sensacionais atracções de Rimini e Riccione, também ultra conhecidas pela vida nocturna (a qual tive oportunidade de experienciar 4 anos antes deste Erasmus). Gostaria de aqui ter regressado, mas não houve oportunidade... De facto, nestes 6 meses em Milão, não parei um segundo. Mas ainda bem! Ainda assim, desloquei-me num outro fim-de-semana de Junho a Punta Marina (mais a norte), que não desiludiu para aquilo que podia oferecer.

Existe ainda a possibilidade de explorar a região dos Grandes Lagos e desfrutar das numerosas praiazinhas privadas que eles por lá enquadram em locais estratégicos, tipo Stresa no Lago Maggiore ou Lenno no Lago di Como. Não deixa de ser uma ideia a considerar, já que se consegue relaxar perante vistas incríveis.

Piscina! Opção número 2, quando não podemos sair de Milão

Pois bem, num dos primeiros sábados de Junho, sem possibilidade de me meter em viagens mais longas, lá fui eu à descoberta de uma das ofertas públicas milanesas para quando rebenta o sol e ficar em casa é proíbido.

As pisicinas são sempre uma escolha razoável. Não particularmente do meu maior agrado, porque ali se encontram (mais ainda do que em qualquer praia) magotes de famílias com crianças aos pulos - e a importunar, diga-se de passagem - mas como estava resignada a bronzear-me e aproveitar ao máximo o fim-de-semana, fui esperançosa.

  • Lido di Milano

O Centro Sportivo e Balneare Milanosport, também conhecido como Lido di Milano, é um gigantesco espaço polivalente na zona Lotto-QT8.

Como chegar

>> Metro: M1/M5 Lotto (Fieramilanocity)

>> Autocarros: muitos, dos quais destaco os circulares 90 e 91

Características e infra-estruturas

Para além do enorme ginásio, dos diversos campos de ténis, futebol, beach volley e golfe, da ludoteca infantil, e do facto de funcionar como campo de férias durante o Verão, um dos grandes destaques é precisamente uma imensa piscina (tão grande que imensa quase nem define correctamente o seu tamanho) rodeada de spots para apanhar banhos-de-sol.

quando-calor-aperta-mila-3efc744b22de150

Lido di Milano - vista aérea. Fonte

A palavra "Lido" remete para uma extensão (por vezes até é só um pedaço) de terra aresona banhada pelo mar ou por um lago. Obviamente, sendo Milão uma cidade interior, não é bem o caso aqui... No entanto, achei piada ao jogo de palavras porque, de facto, a piscina é tão assombrosa em termos de dimensões (lá dentro, mesmo no centro, não se vê outra coisa por 10 m a 360º que não água) que mais parece um pequeno lago.

quando-calor-aperta-mila-7a5fe5b5e9913f4

"Uma piscina infinita."

Inicialmente concebido nos anos 20 como local para actividades desportivas e lúdicas, viu fracassada a fórmula, e também o design, original... Foi então adquirido pela comuna (concelho) de Milão no final dos anos 30, tendo sido renovado e adaptado em grande escala para constituir efectivamente a ambicionada "cidade do desporto" dentro de Milão.

Ganhando uma nova popularidade, tornou-se desde logo um dos locais mais frequentados da cidade. Actualmente, continua a ser, sem margem para dúvida, um dos locais citadinos preferidos pelos milaneses durante o Verão, para o qual se deslocam apressadamente, munidos dos seus fatos-de-banho, assim que surgem as primeiras subidas de temperatura.

No fundo, são tal e qual como nós tugas! Em Lisboa, mal passam os 20ºC, lá vamos nós entusiasmados para a praia dar inicio à época balnear, nem que seja em Fevereiro... A diferença é que nós temos a praia num alcance de poucos quilometros, e em apenas 20 minutos vemo-nos de frente para o Oceano Atlântico...

De qualquer forma, seguindo a máxima "em Roma, sê Romano", mas neste caso "milanês em Milão", claro que também tinha de dar o meu contributo ao Lido di Milano.

quando-calor-aperta-mila-824e13acc03faf6

"Com um pézinho dentro de água."

Falemos agora do melhor e do pior do Lido di Milano...

Vantagens

  • Carácter múltiplo

Não só reune um complexo multi-desportivo, como também funciona como espaço de lazer, com a vertente balnear.

quando-calor-aperta-mila-d1fc97df9caa598

"Aquele clássico estivo milanês." Fonte

Dispõe ainda de um restaurante-bar, cuja esplanada protegida de chapéus-de-sol se torna muito convidativa durante as horas de maior calor. É o local ideal para tomar um agradável refresco ou cocktail à sombra, antes de regressar à missão "bronze".

É deveras apelativo!

  • Preços acessíveis

Tanto para o aluguer de campos no centro desportivo, como para desfrutar do centro balnear, os preços não são demasiado exigentes. A entrada para o Lido custa 7€ em dias de semana e 8€ durante o fim-de-semana e feriados.

Para informações detalhadas sobre todas as ofertas e condições, aconselho a consulta do sítio oficial.

  • Local de relaxe e divertimento

Quer seja estendido na toalha, quer seja dentro de água, na companhia de amigos, família, ou sozinho, é possível desfrutar ao máximo de um belo dia de sol.

quando-calor-aperta-mila-06b6a70ee6194fd

"Um dia bem passado."

Mais ainda, trazendo um livro ou revistas para ler, ou perdido em conversas e risadas, e sempre ao som de música animada (já que a rádio italiana não nos deixa ficar mal), eis um modo fácil de aproveitar o Lido di Milano, alegres e entretidos.

Limitações

  • Zonas "de pouso"

É verdade que o Lido é enorme, no entanto, peca pela falta de spots convenientes para tomar como nosso pouso.Existem zonas lounge com chapéus de sol e espreguiçadeiras, mas por serem reservadas têm um custo adicional.

Para quem não quiser pagar mais, terá de se resignar à pedra do pavimento, em redor da piscina, ou à relva disposta mais para trás... Não que para mim seja um problema maior, contudo, não são zonas muito alargadas e não deixam de ser de passagem, o que, a certo momento, se torna irritante por sentirmos constantemente pernas à nossa volta.

Por outro lado, é por vezes difícil encontrar um espacinho, já que a quantidade de pessoas presentes é bastante considerável.

Seria mais interessante se o Lido apresentasse, de facto, areia em qualquer parte, nem que fosse apenas numa zona específica. Sempre daria outro enquadramento e conforto ao local...

  • Excitação dos mais pequenos

Quando somos mais velhos, as crianças podem constituir um incómodo em tudo o que é vontade de estar sossegado e em silêncio... Como o Lido é um espaço bastante familiar, é impossível escapar à realidade de que existirão miúdos pequenos a querer brincar, usar os escorregas da psicina, correr de um lado para o outro (por vezes pisando as nossas coisas), etc fazendo bastante barulho.

É um bocadinho chato, mas a dada altura as famílias começam a ir embora e o ambiente fica muito mais relaxado. Recordo-me de assim ter acontecido no dia em que fui, tanto que me deixei ficar por lá até à hora de fecho (18h-19h), com o espaço já quase deserto.

Veredicto final

Vir ao Lido di Milano foi uma experiência muito agradável e compensadora, que recomendo a todos! Claro que algumas particularidades fizeram baixar a minha avaliação geral, mas certamente regressei a casa satisfeita. E bronzeada, que era o mais importante!

Galeria de fotos


Dá a tua opinião sobre este lugar!

Conheces Lido di Milano? Partilha a tua opinião sobre este lugar.


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!