Parque de Atracciones de Madrid


  - 1 opiniões

Díos Miooooooooooo

Publicado por Inês Melo — há 5 anos

Toda a gente tem uma lista de coisas a fazer antes de morrer. Seja física ou não.

A minha já tem alguns anos e há pontos que nunca mudam. (Excepto pintar o cabelo de azul).

Um dos meus objetivos era andar de montanha russa.

Achava que a adrenalina que se sentiría durante a experiência sería uma sensação tão excitante e maravilhosa que merecia estar na Lista.

Tudo começou com uma visita à capital espanhola. Afinal, Madrid tem muito mais do que Cristiano Ronaldo.

Uma amiga minha que está lá a estudar, para além de me dar guarida, fez-me uma visita guiada, personalizada.

Levou-me então ao Parque de Atrações.

A abertura é apenas ao meio-dia mas está aberto até à 00:00.

Dá para todas as idades. Podemos ir com a familia ou amigos. Há atracões de água, filmes 4D, montanhas russas, matar aranhas com pistolas, casas assombradas, etc etc etc.

Uma das coisas que mais me chamou à atenção foi a Experiência Walking Dead. Aquilo é uma réplica bastante fixe onde o conceito, se é que percebi bem, é fugir de pessoas vestidas de zombie. Pareceu-me ser bastante fixe mas o problema é que tem datas específicas.

di-miooooooooooo-51dc2cad315651a5aa2052a

Com todo o entusiamos, eu e a Vilma (a minha amiguinha) entrámos pelo parque dentro, cegas pela luz que a secção “LA MAQUINERIA” exuberava e nem reparámos que fomos logo à parte mais exigente. Conclusão, havia toda uma panóplia de atrações interessantes que descartámos pelo simples facto de termos começado pelo “pior” e termos ficado logo KO’s.

di-miooooooooooo-5f770c9d2b23afca45672bb

O primeiro que andámos foi um de água que me chamou à atencção por ter um castelo mas comentámos: “Ahh este deve ser levezinho, acho que é para crianças”.

Pois pois, ao início, tudo muito bonito mas depois quando vimos o “barco” a descer a pique, “AAAAHHHHHHHHHHHH”.

Já a entrar na onda da adrenalina fomos para um que parecia que tinha baloiços mas a difereça é que estes, balançavam a mais de 60 metros. “Vamos neste que é mais soft. É tipo baloiço para adultos”.

di-miooooooooooo-4bde4c28aed324e6b9754d0

Era era! Quando começámos a subir e a ver Madrid inteiro foi tudo muito bonito. O problema foi quando as cadeiras começaram a andar assim meias de lado. Bom, fartámos-nos de rir por termos pensado que aquilo era soft e depois ficámos à rasca.

Depois andámos naquele que foi a nossa desgraça. Era um pendulo que rodava ao mesmo tempo. Conclusão: ficámos mega enjoadas. Tivemos de fazer um pausa mais ou menos de uma hora.

di-miooooooooooo-a9845216983ca61f291f732

O das aranhas consistia numa espécie de mina em que andávamos nuns carris com umas pistolas de luz em que o objetivo era acertar em luzes verdes. Mas o engraçado eram as aranhas gigantes que se mexiam e que me arrancavam uns gritos de vez em quando.

Cheguei então à conclusão que sou uma medricas. Tenho coragem de me meter nas filas e de entrar nas atrações, mas grito por tudo e por nada.

Há uma grande diferença entre estar assustado e ter medo.

  • Quando me assusto com alguma coisa posso reagir de várias formas: grito, fico com a pulsação a mil, dou um salto, digo asneiras...
  • Quando tenho medo, simplesmente congelo. Deixo de respirar, a minha expressão facial estanca, o coração simplesmente para.
  • E, nesta atração, eu posso afirmar que tive realmente medo.

    Cheguei a esta conclusão depois de andar no de queda livre de 63 metros (se não me engano). Desta vez, enquanto subiamos, tentava apreciar a paisagem para me esquecer do que vinha a seguir... chegados lá acima, parámos 3 segundos e “vhuuum! ”. No início, gritei mas depois quando a velocidade aumentava e o coração me tentava sair pela boca, deixei de gritar e limitei-me a agarrar com todas as forças que tinhas e a fazer caretas muito muito estranhas.

    Ao início era apenas um susto porque comecei a gritar. Mas quando comecei a ver a minha vida a andar para baixo, aí, tive medo.

    Não vou fazer mais de spoiler só vou nomear o meu favorito... o que me pos a subir literalmente em 45 graus.

    di-miooooooooooo-826f391028ea084be7adebc

    Conselhos:

    • Se puderem evitem ir na altura de muito calor;
    • Levem roupa confortável e que se possa molhar;
    • Protejam objetos de valor e/ou eletrónicos com algo impermeável;
    • Não comam um javali antes de ir.

    Mas, para terminar, foi uma experiência fantástica da qual só me arrependo de ter andado no pendulo. Foi dos melhores presentes que já recebi. E, finalmente, foi riscado o desejo da minha lista.

    AVISO

    Madrid é a “sauna da Europa”! Trabalha de dia e de noite! Nos três dias que estive lá, nem às 23:00 a temperatura baixava dos 30 graus.

    Galeria de fotos



    Content available in other languages

    Dá a tua opinião sobre este lugar!

    Conheces Parque de Atracciones de Madrid? Partilha a tua opinião sobre este lugar.


    Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

    Espera um momento, por favor

    A dar à manivela!