Advertise here

Receita: Arroz à cubano (com banana frita) - Doce e Salgado

As minhas colega de casa nem sempre vêm com bons olhos aquilo que cozinho, muito menos quando faço umas misturas esquisitas. Mas não são misturas estranhas nem com mau aspeto, elas é que não estão habituadas a certos odores e sabores, e a não por manteiga em tudo.

Quando lhes falei do arroz à cubana com banana frita, depois do estranhar inicial veio a curiosidade, e depois da curiosidade a vontade de provar. Ontem, domingo, na cozinha a Julie sugeriu para a gente fazer para comer "aquilo estranho que fazer com arroz e banana". Tínhamos todos os ingredientes (lembro-me perfeitamente da cara dela de "ai credo, onde eu me fui meter... "), por isso pusemos as mãos à obra.

A receita do arroz à cubana com banana frita é fácil, rápida e convincente. Nunca comi nada mais após comer este prato porque enche-te bastante. A receita está no plural porque foi feita entre nós as duas, mas os ingredientes são apenas para uma ração.

Ingredientes

  • Um ovo
  • Uma bolsa de arroz para cozer, daquelas individuais.
  • Duas colheres de sopa de molho de tomate (de bote).
  • Uma banana.
  • Um pouco de farinha.
  • Azeite e sal.

Como se faz?

Passo 1

Numa panela, metemos água a ferver e deitamos nela a bolsa de arroz. A nossa precisava de 10 minutos para cozer, mas depende do fabricante. Quando passaram os 10 minutos, deixamos-lo escorrer e guardamos-lo. Na verdade o arroz esteve a cozer enquanto fazíamos o resto da receita.

Passo 2

Numa fritadeira pusemos um ovo a fritar com um pouco de azeite. A Julie teria feito o ovo na chapa, mas eu prefiro eles mais fritose com "puntillita", ou seja, quando fica com aquela linha ao redor do ovo que está mais cozinhada e crocante ao deixar-lo a fritar un pouco mais. Fica mais bonito e com mais textura.

Passo 3

Depois descascamos as bananas e cortamos-las pela metade ao comprido, e depois em 2 ou 3 partes (dependendo do tamanho das bananas). Pondo um pouco de farinha num prato, enfarinhamos-las bem e metemos-las numa fritadeira com azeite.

Passo 4

Deixamos-las fritar, virando as bananas para que fritem bem em todos os lados até que fiquem bem douradinhas. Quando estiverem feitas, há que as tirar do óleo e metê-las num prato com papel de cozinha para que possa absorver todo o azeite restante.

Passo 5

Com todos os ingredientes montamos o prato: primeiro a base de arroz, por cima um par de colheres de sopa de molho de tomate, e em cima e ao lado do ovo os pedaços de banana frita. Feito!

A Julie fez uma tigela disto para ela e eu outra. Nas fotos vê-se a comida para uma pessoa, mas fizemos o dobro.

Resumindo

A cara de medo mudou enquanto provava e no final reconheceu que gostava da mistura de sabores. A Steph, que estava por lá, também provou e apercebeu-se que, apesar do cérebro dela lhe dizer que era errado comer banana com tomate e arroz, gostava. Gostava tanto que provou mais um par de vezes, porque o sabor doce da banana com o salgado do ovo era viciante para ela, apesar de estranho. Eu misturei tudo, como fazia em casa, e comi toda contente. Quando acabei já estava quase a rebentar. A Julie também comeu tudo e disse que tinha gostado imenso, mas que como era uma mistura tão estranha ela sozinha nunca a teria feito. Estas raparigas...

Para o arroz utilizamos uma dessas bolsas com um buraco que têm uma ração de arroz dentro e se cozinham sozinhas ao meter água dentro a ferver e ao esperar 10 minutos. São as que se utilizam aqui para comer caril. Eu já as tinha visto em Espanha na televisão, no programa "22 minutos" de Julius, mas nunca as tinha utilizado. São uma maravilha por serem fáceis, baratas e boas. O arroz fica muito bem e pode ser utilizado para qualquer coisa.

Conheci gente que não gosta deste prato por ter fruta frita, e a frua quente ou simplesmente cozinhada não sabe bem a toda a gente. Eu adoro: assada, em compota, frita, adoçada... parece-me até que sai todo o açúcar de dentro e fica diferente. Um questão de gostos.

A receita de novo é fácil, simples e conhecida por toda a gente, além de barata, que é assim que eu prefiro.

Um beijo,

Laura



Comentários (0 comentários)


Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!

Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!