Advertise here

Mega viagem 1º dia

Publicado por Catarina Serrano — há 2 anos

0 Etiquetas: Experiências Erasmus Copenhaga, Copenhaga, Dinamarca


26/12/17

O início da minha mega viagem começou no comboio de Iasi até Bucareste, 7 malditas horas infernais dentro daquele comboio super desconfortável que apela à imaginação de qualquer pessoa para tentar encontrar uma posição confortável para dormir, mas como a Carolina diz, "tu não dormes neste comboio, tu dormitas" e foi especialmente mais difícil dormitar durante esta viagem, pois havia alguém que estava com flatulência e de vez em quando lá vinha o cheiro a ovos podres e contentores. As minhas apostas para o culpado foram depositadas no homem que ia nos bancos ao lado com uma garrafa de 1 litro de cerveja, até nos perguntou se queríamos. Muito obrigado ao senhor, mas tive que recusar, se já era difícil aguentar com o cheiro de um com solturas, imaginem mais duas pessoas. 
Uma vez mais reservei um táxi da mesma empresa à qual tinha reservado na última viagem para a Polónia, para me levar ao aeroporto e não sei porquê, mas desta vez estavam para me enervar. Fiz a reserva para as 10 horas, apesar do voo ser às 12h20min, para chegar ao aeroporto com calma, arranjar-me na casa de banho e ainda comer qualquer coisa antes da partida do avião. Mandaram-me mensagem a perguntar qual era o número do meu comboio e mais um monte de perguntas que não interessavam para nada, sinceramente não sei qual era o sentido, porque eu já tinha dito o local ao qual tinham que me ir buscar e as horas. Às nove horas ligaram-me a perguntar se sempre era para me irem buscar à estação de comboio e a que horas o comboio chegava, eu respondi que sim e que o meu comboio já tinha chegado, aliás, o meu comboio chegou às 6h30 da manhã, só que não quis ir para o aeroporto a essa hora, preferi esperar na sala de espera da estação. Assim que disse que o meu comboio já tinha chegado, eles não quiseram saber da minha reserva e disseram, "daqui a 10 min está aí alguém". Juro que me enervaram, eu fiz a reserva para as 10h! 
Cheguei ao aeroporto ainda mais cedo do que pretendia e fui para a casa de banho maquilhar-me, agora era a vez da empregada de limpeza me enervar. Estava descansada a pintar os olhos, quando reparo que a empregada de limpeza estava à porta, parada, à espera que eu acabasse, para ela limpar o local onde eu estava, já tinha limpo tudo à minha volta, só faltava aquele metro quadrado em que eu me encontrava, por isso ela decidiu ficar ali, parada, a olhar para mim, a meter pressão e não há nada que eu odeie mais do que quando as pessoas metem pressão em cima de mim. Assim que saí, lá foi ela doida com a esfregona para limpar aquele cantinho. 
A viagem de avião foi tranquila e eu tenho que arranjar uma daquelas almofadas que usam nos aviões à volta do pescoço, porque dá cabo do meu pescoço tentar dormir a contorcer-me para encontrar uma posição, é ainda mais difícil do que no comboio. 
Assim que cheguei a Copenhaga começou a missão de chegar ao hostel e eu sou uma agarrada ao dinheiro, portanto não chamei nenhum táxi, preferi caminhar 8km a pé com uma mala atrás. 
Após quase 2 horas cheguei, por fim, ao hostel e foi a maior desilusão de sempre, pela net parecia super luxuoso e melhor do que todos aqueles em que estive, mas assim que entrei no quarto eu só pensava "mas que porcaria é esta?". 
Primeiro, na Internet dizia que ia ficar num quarto para 10 pessoas, a realidade é que este é um quarto muito grande, com divisões sem porta, numa divisão estão 10 camas, noutra mais 10 e na terceira outras 10 camas. Eles aqui contam as divisões como quartos. 
Segundo, na Internet dizia casa de banho privativa em cada quarto. Realidade, há uma casa de banho e dois chuveiros para 30 pessoas. 
A net é uma porcaria, se quiser net tenho que descer do meu beliche e ir quase para  a porta do quarto para conseguir apanhar dois traços de Wi-Fi. 
Nem sequer há uma cozinha ou aquecimento, este hostel é miserável e as camas parecem as de um campo de concentração.

Mega viagem 1º dia

O melhor é que tem pontuação de 8,3 no booking, não sei quem é que avaliou isto, mas deve estar habituado a viver em currais para avaliar isto com uma pontuação tão alta. Assim que sair daqui vai levar uma pontuação de 1!
É o hostel mais caro em que já estive e o pior, 25 euros por noite! Não cometam o erro de ficar no bedwood hostel, se vierem a Copenhaga. 
Assim que fiz o check-in, chegou a hora de ir comprar comida para o jantar e pequeno-almoço. Tive múltiplos ataques de riso quando cheguei ao primeiro mini-mercado que encontrei. 
1,6€ por uma garrafa de água e nem sequer era de 1,5l. 6€ por uma sandes, podia continuar a dizer preços, mas não é necessário, através destes dá para ver mais ou menos como é o resto, basicamente é um país para ricos, a menos que vendam um rim para pagar a viagem, não aconselho a virem visitar Copenhaga durante muito tempo, se não arriscam-se a declarar falência. 
Eu e a Carolina decidimos comprar leite e cereais para o nosso jantar e pequeno-almoço, era aquilo que tinha o preço mais em conta, vai ser o meu alimento nos próximos dias, vida de pobre é assim. 
Na volta para o hostel tive novos ataques de riso quando vi os preços das ementas nos restaurantes. 15 euros por uma sopa? Por esse preço comia 6 sopas na Roménia. 
E isto era a sopa, um prato bem estruturado não custava menos de 50 euros. Se eu algum dia der 50 euros por uma refeição, é porque vai ser bufete de marisco e vai ter umas 20 sobremesas diferentes incluídas. 
Eu não sei, mas em Portugal não há garrafas de água de 1,5l com gás, se há, eu nunca vi, no entanto, sempre que vou a um país novo e compro água, adivinhem? Compro sempre uma garrafa de água com gás! Eu começo a achar que eles fazem de propósito para infernizar a vida aos turistas, colocam as garrafas de água com gás à frente e escondem as outras, depois devem ficar a rir-se a imaginar-nos a beber aquilo, eles são diabólicos. 
Por isso, vou dizer aquilo que suponho que já perceberam, mais uma vez comprei água e veio a surpresa de água com gás, eu até a agitei antes para ver se fazia espuma e nada, parecia natural, fui mais uma vez enganada e mais uma vez vou ter que beber esta porcaria, ainda mais aqui não a posso deitar fora, pois a água é vendida ao preço do ouro. 
Faltavam agora 32 dias para voltar a Portugal.


Galeria de fotos


Partilha a tua Experiência Erasmus em Copenhaga!

Se conheces Copenhaga como nativo, viajante ou como estudante de um programa de mobilidade... sobre Copenhaga! Avalia as diferentes características e partilha a tua experiência.

Comentários (0 comentários)


Partilha a tua experiência Erasmus!


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!