Advertise here

Experiência Erasmus de Alicia em Nápoles, Itália

Traduzido por Ana Ferraz — há 2 anos

Texto original por Alicia Garcia

0 Etiquetas: Experiências Erasmus Napoli, Napoli, Itália


Por que escolheste ir para Nápoles, Itália?

Na verdade, Nápoles não estava entre as minhas opções quando decidi pedir a bolsa Erasmus. Por causa da nota da minha média na Universidade fiquei na lista de espera. No final, disseram-me para escolher entre Nápoles e Portugal. Eu sabia que queria ir para Itália e embora muitas pessoas me tenham dito que não era a melhor opção, escolhi Nápoles sem pensar duas vezes.

Fonte

Qual é a duração da bolsa? Quanto dinheiro recebes como ajuda?

A bolsa que recebi durava 4 meses, em Janeiro tinha de voltar para Espanha. Recebia uns 200€ por mês (varia bastante, depende da universidade, da cidade onde vives, e sobretudo, há que ter em conta as alterações que estão a ocorrer com as bolsas de Erasmus). No final, decidi ficar até Junho (toda a gente tem vontade de ficar mais tempo... ) e embora corresse o risco de não obter um alargamento da bolsa, no final tive sorte e continuei a ter direito ao dinheiro da bolsa (como disse antes, uns 200€ por mês).

Como é o ambiente estudantil em Nápoles?

Nápoles é uma cidade cheia de vida, logo só pelo seu próprio caus e pela gente escandalosa. Mas há sempre vida, movimento... as praças enchem-se de jovens a beber cerveja, a ouvir música ao vivo das muitas pessoas que se encontram a tocar na rua.... juntam-se tanto italianos como estudantes Erasmus. À noite, as ruas ainda ficam mais cheias. Talvez não seja a cidade mais estudantil (essa será Bologna, que dizem ser a cidade universitária de Itália), mas a vida e a alegria que dia a dia se sente nas ruas de Nápoles, no têm preço.

Recomendarias a cidade e a Universidade de Nápoles a outros estudantes?

Não é que a recomendaria, é que já a recomendei. Obviamente, para mim é muito complicado recomendar qualquer outra cidade, quando vivi um dos melhores anos da minha vida em Nápoles. Antes de tudo, aviso que não posso ser objectiva com este tema, mas a escolha é de cada um.

Recomendo la cidade, embora seja só para visitá-la. Impactante, até podem não gostar. Mas é diferente de tudo o que podes encontrar em Itália, encontrarás parecidos, mas Nápoles é peculiar e única. As pessoas são autênticas, autênticos italianos, sempre dispostos a ajudar-te em tudo o que possas necessitar, abertos a qualquer conversa e muito sociais. Sim, também tenho que dizer, que um ou outro napolitano pode chegar a chatear-te... Mas acabas aceitando o seu carácter, a sua maneira de ser, a sua forma de vida. Não resta outra opção...

A universidade... existem diferentes universidades em Nápoles. Eu tive azar porque a minha faculdade não ficava na mesma cidade onde vivia e tinha de apanhar um comboio de uma hora para ir até Caserta, onde se encontrava a facultade de Psicologia da Seconda Università degli studi di Napoli. Ainda assim, tenho que dizer que tampouco foi algo tão mau para mim, tinha de ir dois dias por semana à faculdade e algumas semanas nem aparecia. Que querem, incluso o coordenador dali, no primeiro dia em que chegamos, disse-nos que não nos preocupássemos, que não era obrigatório assistir às aulas. Assim demos-lhe ouvidos... Posso explicar a minha experiência nesta universidade, mas tenho poucas informações das dos meus colegas que estavam comigo aí. Tens de estudar, pelo menos eu fiz isso (uma semana antes do exame), os exames são orais, e sim, tens certas vantagens por seres Erasmus. Nos exames que fiz perguntavam-me e tinha que responder em Italiano e tentar defender-me, mas mesmo assim, não são tão duros contigo como são com qualquer estudante italiano.

Que tal é a comida do país?

Em Itália, em general, come-se muito bem. Mas as pizzas de Nápoles, acho que só as podes encontrar aí. Estão muito boas, são enormes e com um sabor único. À parte, a pasta, os doces típicos de aí (sfogliatella, por exemplo), todo é muito bom. Acho que todos mais ou menos conhecemos a comida italiana, pois é isso, não decepciona.

Fonte

Foi difícil encontrar casa em Nápoles?

Não foi difícil, mas porque vim para Itália depois de ter procurado por casa. Por um lado é fantástico, porque cheguei no primeiro dia aí e já podia dormir na minha cama. A minha colega da universidade e eu contactamos com dois rapazes de Granada que já tinham um apartamento, e nos juntamos a eles. Estava genial, quartos individuais por 250€ por mês. O mau... Não dividir casa com italianos. Recomendo, porque não o fiz e se voltasse a repetir uma experiência parecida, nem pensaria duas vezes. A parte, eu cheguei já com casa, mas não é assim tão complicado encontrar se vais com tempo (Agosto, princípios de Setembro... ), porque há muitos cartazes pela rua e incluso podem perguntar aos Erasmus do ano anterior.

Quanto custa viver em Nápoles?

Tal como disse, eu pagava 250-270€ por mês por um quarto individual. No segundo semestre troquei de casa porque os meus companheiros já tinham encontrado duas raparigas para esse período, já que eu e a minha colega, em teoria, voltaríamos a Barcelona em Janeiro. A segunda casa, embora não fosse comparável ao primeiro, pagava 190€ por mês. Muito aceitável. Há que procurar bem uma casa, porque sei que houve gente que chegou a pagar muito mais... Ah, e provavelmente também encontram muitos quartos duplos. Há que ter sorte e que te calhe um companheiro com quem possas conviver bem.

Como foi com o idioma? Frequentaste algum curso na Universidade?

O italiano, em general, no é um idioma difícil. Fiz um curso de um mês oferecido na Universidade de Barcelona no verão anterior a ir. Depois, a universidade daí oferece outros de 2-3 meses, se me recordo. O mais importante é conviver com italianos. E bem, inevitavelmente te juntas com as pessoas de Erasmus (embora também seja verdade que os italianos não têm problemas em juntar-se e conhecer Erasmus, nenhum problema... ), mas eu, sinceramente, também não me arrependo. Eramos pequenos grupos que logo se juntavam e formavam uma grande família. Se sabes que vais conhecer estudantes Erasmus, partilha uma casa com italianos, acabarás a dominar muito mais o italiano.

Qual é a forma mais económica de chegar a Nápoles desde a tua cidade?

A forma mais económica desde a minha cidade (Barcelona) é apanhar um voo de Ryanair até Roma, e depois comprar um bilhete de comboio que custa 10€, mas que demora 3 horas a chegar a Nápoles. É a mais barata mas, sobretudo no principio que levas mil malas, no é a mais cómoda. A outra opção é apanhar um voo da Vueling directo a Nápoles. Na realidade, alguns não saem assim tão caros, e embora pagues 20€ mais que com a Ryanair, vale mais a pena chegar directos à cidade.

Que sítios recomendarias para sair à noite em Nápoles?

Nisso têm problemas. Nos primeiros dias irão beber cerveja à Piazza Orientale ou Piazza Domenico Maggiore. Quase todas as noites se juntavam aí todos os Erasmus, os que iam chegando, e muitos italianos. Estes últimos, depois de vos conhecerem dirão os onde é melhor saírem à noite. E mais, a ESN organiza saídas com autocarros às maiores discotecas da cidade (no inverno o Duel Beat; no verão são discotecas de praia, o Arenile e o Voga). À parte, existem alguns pubs (mini discoteca) no centro histórico da cidade: Delirius, Galleria 19...

Fonte

Não se preocupem, não vão ter problemas em encontrar festa em Nápoles.

E para comer em Nápoles? Podes citar os teus sítios favoritos?

Sorbillo, a melhor pizzaría de Nápoles. É necessário ir cedo, porque há sempre fila e tens de esperar fora até que digam o teu nome e possas entrar. A sério, podes passar muito tempo na rua à espera... mas vale a pena. Da Michele, é outra das pizzarias mais conhecidas em Nápoles. Aí só servem duas pizzas: marinara e margarita. Mas vale a pena provar...

Também recomendo o Figlio del Presidente, talvez não sejam as melhores pizzas, mas a minha recomendação é porque aí vivi um dos muitos momentos inolvidáveis na cidade: depois de uns quantos shots (grátis), dançamos a conga pelo restaurante (entramos na cozinha inclusive) com música que nos ponha o 'figlio del presidente' e foi um momento surrealista.

Restaurantes típicos, na verdade podem encontrar muitos caminhando pelo centro histórico de Nápoles, mas há um que não podem deixar escapar: Nennella, que se encontra no Quartieri Spagnoli (dizem que um dos mais perigosos, mas pronto, não percam essa trattoria só por isto, Têm de ir! ). Os camareiros são muito simpáticos, auténticos italianos que podes encontrar um dia disfarçados enquanto te servem a comida. E os pratos... muito bons.

Fonte

E como visita cultural?

Nápoles já é uma cidade na qual caminhando podes descobrir todos os dias algo diferente. Muitas igrejas em ruas pequenas que nunca tinhas visto, detalhes que descobres um dia depois de estar aí 6 meses. Nápoles é arte, e é muito interessante se encontras alguém que possa contar-te alguma história daí. O que não deves deixar de visitar? Castel Sant'Elmo (As vistas da cidade são das mais bonitas que pode ver. Tentem fazer as visitas no último dia aí, porque depois do caos e da loucura da cidade, é bom ter isso como uma boa memória disso... ), o passeio marítimo, o Castel del'Ovo, o Duomo, o Cimitero delle Fontanelle... Realmente, vivendo aí sabereis que lugares podeis visitar na cidade de Nápoles.

Fonte

Fora da cidade: Salerno (Sobretodo no Natal, vale a pena), a Costiera Amalfitana, Sorrento, Positano, Amalfi, entre outras mais. No verão, também, aluguem uma moto e podendo percorrer todos os povoações, as ilhas de Capri, Ischia, Procida, o Palacio Real de Caserta, e um grande etcétera. Obviamente, no deixem de conhecer outras cidades de Itália. Se são muitos, aluguem uma furgoneta e percorram as fantásticas cidades que este país tem.

Algum conselho que queiras dar a futuros estudantes em Nápoles?

Antes de tudo, não se deixem levar pelos comentários, opiniões das pessoas que dirão que não é uma cidade segura, que é perigosa... Sim, em Nápoles te roubam (a alunos amigos meu isso aconteceu), mas em Barcelona também, em Madrid, em Valência e noutro local qualquer. Atrevam-se a viver esta aventura aí, estou segura que não saíram decepcionados. Conheçam as pessoas, os costumes, as historias e encham-se de tudo aquilo que podeis enquanto vivam aí. É uma experiência inolvidável, mas que passa a voar e há que aproveitar cada segundo.

Fonte

Não vos posso dar um melhor conselho do que o de vos deixares levar, que deixem que vos conheçam e que conheçam também, que façam aquilo que vos apeteça e que vivam intensamente cada minuta numa cidade que, vos surpreenderá, que vos custará a habituar e à forma de viver aí, na que verão coisas que nunca pensaram ver. Mas que, no final, é uma cidade, como me disseram uma vez, pela qual se apaixonaram para sempre.


Galeria de fotos



Partilha a tua Experiência Erasmus em Napoli!

Se conheces Napoli como nativo, viajante ou como estudante de um programa de mobilidade... sobre Napoli! Avalia as diferentes características e partilha a tua experiência.

Comentários (0 comentários)



Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!