Viagem de um dia a Varenna e Bellagio

Hoje quero escrever sobre a viagem que fiz precisamente ontem ao Lago de Como (sim, outra vez: não me consigo fartar deste lugar, é tão bonito! ), e mais especificamente às aldeias de Varenna e Bellagio. Não foi a minha primeira vez no Lago de Como, mas foi a primeira que fui a estas aldeias, por isso estava bastante entusiasmada por ver novamente um lugar já conhecido, e conhecer mais um pouco dele!

Fomos de comboio, deixando a estação de comboios Milano Centrale por volta das 12:30. A viagem para chegar lá demorou 1 hora (e vi paisagens incríveis pela janela no caminho), e a viagem de volta custou-nos à volta de 14€. Penso que não é nada cara, e dá-te a oportunidade de ver paisagens totalmente diferentes daquelas que se vêem na cidade! Para mim vale mesmo a pena, e acho que se fores passar uns dias a Milão deverias guardar algum tempo para ir a uma aldeia à volta do Lago de Como! E se não tiveres ideia de que aldeia ir, deixa-me contar-te sobre Varenna e Bellagio, que são bastante incríveis. Espero que depois de ler este post, queiras ir lá também!

Ontem foi Segunda-Feira, e como não tivemos aulas, decidimos fazer uma pequena viagem a um sítio perto de Milão para não gastar muito dinheiro. Normalmente preferimos fazê-las durante a semana para evitar as multidões do fim-de-semana e aproveitar o sítio o máximo possível. E, a nossa primeira paragem foi Varenna e não havia absolutamente ninguém nas ruas, e nem estou a exagerar. Quase todas as casas tinham as suas janelas com as portadas fechadas, só vimos uma loja aberta e literalmente só estávamos nós na rua, como podes ver na próxima fotografia (tirei-a em Bellagio mas a situação foi a mesma nas duas aldeias). Os únicos locais que vimos na aldeia foram os patos, assério.

day-trip-varenna-bellagio-663d7c698aa485

Á primeira, gostámos imenso de: ter a aldeia só para nós, podíamos tirar todas as fotografias que quiséssemos e a paz que se sentia era muito boa. Tudo estava silencioso, o que é algo que basicamente nunca acontece numa cidade como Milão, e acho que essa é uma das razões que fez com que gostássemos tanto desta viagem. Foi tão relaxante não ver ninguém, não ouvir nada e apenas aproveitar a vista.

Ficámos em Varenna pouco mais de uma hora, aproveitando a maravilhosa paisagem e a paz que o lago e as montanhas providenciavam. Fazendo nada e apenas deixando tudo entrar. A paisagem era realmente incrível e o facto de não haver algúem ou qualquer som à nossa volta era magnífico. Estava mesmo surpreendida numa maneira boa pela quietitude do lugar e com o quão bem me sentia por estar ali. Quando estás numa cidade grande todos os dias, sentes-te mesmo bem por ter algum tempo fora sem ruído algum.

day-trip-varenna-bellagio-57068a9526657e

day-trip-varenna-bellagio-85d924d8fb2799

Depois disso, fomos apanhar o ferry (podes comprar os bilhetes numa pequena estação localizada na aldeia, mesmo ao pé do lugar onde o ferry chega e parte, que é apenas uma cabine com uma pessoa a vender bilhetes) para ir para a aldeia de Bellagio. É um pequeno barco que leva passageiros e carros de uma aldeia para todas as outras todo o dia. A viagem de ida e volta custou-nos um pouco menos de 10€, e é mesmo a maneira mais fácil, rápida e bonita de viajar entre aldeias! A viagem demora à volta de apenas 15 minutos.

Durante esta viagem de ferry, a vista era verdadeiramente magnífica: estávamos no meio do lago e tudo o que víamos à nossa volta era água e montanhas com um pouco de neve no topo. Esta é uma vista que eu também adorei, sendo que a única coisa que poderia ser vista como má (mas não era assim tão importante quando se tem uma vista assim) foi que estava muito mais frio no barco do que nas aldeias.

day-trip-varenna-bellagio-176978e84ff2ea

Quando estávamos no Bellagio começámos à procura de um lugar para almoçar. Naquele momento, o facto de não haver quase ninguém na aldeia fez com que fosse algo difícil. Acabámos por encontrar um restaurante chamado "Princess Bellagio", onde todos comemos pizza para o almoço, mais uma vez (porque o que mais poderíamos comer em Itália? ). Este restaurante foi onde descobrimos o porquê das aldeias estarem vazias: nesta altura do ano, as lojas e os restaurantes só estão abertas durante o fim-de-semana, e permanecem fechadas durante o resto da semana. O Inverno não é provavelmente a melhor altura para os trabalhadores destas aldeias já que não há muitos turistas e por isso não é lucrativo para eles, por isso deves saber que se fores lá nesta altura do ano, poucos sítios estarão abertos. Mas se não te importares, é muito bom não haverem muitas pessoas, e acabámos por encontrar um sítio para almoçar portanto tudo estava bem para nós.

Quando saímos do restaurante já era quase a hora do pôr do Sol (almoçámos por volta das 15:30). Decidimos ir para a beira do lago e esperar por ele. Foi um dos melhores pôres do Sol que já vi, com o Sol a desaparecer por detrás das montanhas e a colorir o Céu e o Lago. Foi verdadeiramente bonito.

day-trip-varenna-bellagio-5ccfda62efb1e0

Só gostava que o Sol se pussesse mais tarde para podermos aproveitar as aldeias mais um pouco. Já era escuro às 17:30, por isso apanhámos o ferry para Varenna e fomos para a estação de comboios para voltar para Milão.

Este dia no lago foi realmente estupendo e relaxante. Vimos paisagens de cortar o ar, aproveitamos toda a calma e paz que havia no lugar. Ambas as aldeias eram verdadeiramente agradáveis, mesmo que tivesse uma ligeira preferência por Varenna (talvez tenhas conseguido perceber pelo que escrevi) e gostei um pouco mais que a aldeia de Bellagio.

Tive um dia maravilhoso e se tiveres a oportunidade de ir a esta zona de Itália, deverias aproveitá-la porque é incrível.

day-trip-varenna-bellagio-3fa08fac5461de

(Nesta fotografia, está uma das minhas vistas do dia. As casas estavam mesmo bonitas e não havia ninguém para se meter na fotografia. Continua a ser a minha favorita de toda a viagem, e vimos coisas incríveis).

Como já tinha estado em outras aldeias à volta do Lago de Como antes, já sabia mais ou menos o que esperar: aldeias sossegadas, bonitas paisagens e um dia agradável e relaxante. Tenho de dizer que ainda assim fiquei surpreendida (de uma boa maneira), especialmente pela aldeia de Varenna, que fiquei de certa forma apaixonada. Este lugar era tão sossegado, vazio e relaxante que me senti muito bem nele. Ficou definitivamente como a minha aldeia favorita à volta do lago, e acho que voltarei a ela sempre que tiver oportunidade.


Galeria de fotos



Comentários (0 comentários)


Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!