Experiência Erasmus em Sydney, Austrália


Por que escolheste ir para Sydney, Austrália?

Queria ir para o mais longe possível de casa, até um país que nunca tivesse visitado, e a Austrália era um país que eu sempre quis visitar. Para além disso, a Universidade de Sydney é muito boa e a Austrália é um país muito seguro.

Quanto tempo dura a bolsa? Quanto dinheiro recebes como ajuda?

Não recebi nenhuma bolsa ou ajuda financeira. A única ajuda que havia era que a Universidade de Sydney tinha uma parceria com a minha universidade, por isso não tive que pagar propinas em Sydney.

Como é o ambiente estudantil em Sydney?

Os estudantes de intercâmbio tendem a estar mais com outros estudantes de intercâmbio do que com os estudantes locais, mas acho que isso também acontece em todo o lado e não só em Sydney. A Universidade de Sydney recebe imensos estudantes de vários países e áreas de estudo, o que é fantástico. O ambiente na universidade é bastante descontraído, há imensos clubes e associações a que te podes juntar, e que organizam também montes de atividades. Esta é uma boa maneira de conhecer estudantes locais.

Recomendarias a cidade e a Universidade de Sydney a outros estudantes?

Claro que recomendo Sydney e a Universidade de Sydney!

Sydney é uma grande cidade para se viver! Tem um ambiente bem descontraído, as pessoas são muito simpáticas, há sempre muita coisa para fazer… simplesmente adorei!

A universidade tem uma muito boa reputação e os professores que tive eram ótimos. O campus onde tive aulas, onde se concentravam a maior parte das instalações, era enorme, como uma pequena cidade dentro de Sydney. Tu ali tens de tudo e é muito perto do centro da cidade, o que é muito bom. Para além disso, as seções administrativas da universidade estão também muito bem organizadas e funcionam na perfeição. Finalmente, a Universidade de Sydney recebe um monte de estudantes Erasmus todos os semestres e organiza muitas atividades para eles.

Que tal é a comida do país?

A gastronomia australiana típica propriamente dita não existe, é simplesmente comida ocidental, como comida inglesa. Mas como há muitos imigrantes em Sydney e na Austrália no geral, há por isso muitos restaurantes de comidas estrangeiras, principalmente asiáticos, que costumam ser mais baratos que os outros.

Como encontraste alojamento?

Eu tinha reservado uma casa em antemão para o meu primeiro mês em Sydney, mas foi uma má ideia! Quando lá cheguei, a casa não era o que esperava, por isso decidi procurar por outra coisa.

É muito fácil encontrar alojamento em Sydney pois há muitas ofertas. O melhor é fazer reserva num hostel durante os primeiros dias e depois tentar encontrar um sítio para ficar durante esse tempo. Utilizei uma base de dados fornecida pela minha universidade para encontrar um apartamento, mas há muitas mais páginas web por onde procurar, por isso visita-as e escolhe um.

Um conselho: se vais estudar em Sydney, tenta chegar pelo menos 2 semanas antes do começo do semestre; quanto mais cedo te puseres à procura de uma casa, maior será o teu leque de escolhas.

Como são os preços a nível de alojamento? E os preços em geral?

Alojamento em Sydney é bem caro, pelo menos comparando com Portugal. Eu estava a pagar 150 AUD por semana por um quarto pequeno num apartamento que podia ser melhor, mas bastante perto da universidade. Mas a maior parte das pessoas estavam a pagar no mínimo 200 AUD semanalmente.

Os preços no geral são mais altos que em Portugal, mas depende muito. Por exemplo, se fores a um supermercado não serão muito mais caros, mas tudo relacionado com entretenimento (álcool, cinema, discotecas, tabaco, …) é bem mais caro. Um bilhete para o cinema custa à volta de 17 AUD e um bilhete de metro ou comboio é cerca de 3 AUD.

Como é a língua? Frequentaste algum curso na Universidade?

A língua é a inglesa, e eu não frequentei nenhum curso de inglês em Sydney.

Foi-me pedido para comprovar a minha fluência em inglês antes de entrar na Universidade.

Qual é a forma mais económica de chegar a Sydney a partir da tua cidade?

Voei de Lisboa até Londres com a TAP, e depois de Londres para Singapura e daí fui até Sydney com a Singapore Airlines. Não foi a maneira mais rápida de viajar para lá, visto que a Singapore Airlines não é lá muito barata, mas foi bastante confortável.

A melhor maneira é sempre a de voar primeiro para Londres, e a partir daí há muitas opções com preços variados. A maneira mais barata é capaz de ser a de fazer escala em Abu Dhabi, ou então voar até Bangkok com a Air Asia ou a Virgin.

Que sítios recomendas para sair à noite em Sydney?

A vida noturna dos estudantes de Sydney (pelo menos a dos estudantes Erasmus) é mais baseada em festas em casas do que em ir para discotecas. A maior parte das casas perto da Universidade de Sydney têm um terraço na traseira, e as pessoas organizam aí muitos churrascos.

Há diferentes locais onde ir em Sydney. Kings Cross é onde a maior parte dos bares estão. Nesta área, recomendo o World Bar, que é famoso por servir bebidas em bules de chá.

A área que rodeia Darling Harbor também tem alguns bares e discotecas. O melhor chama-se Home.

E também, no centro da cidade, em George St., há alguns bares e discotecas. Aqui a atmosfera é um bocado mais formal porque é onde se vai para o Ivy, uma das melhores discotecas em Sydney! Há que se vestir a rigor e ir um bocado cedo.

Em Oxford St. há discotecas e bares também, mas o ambiente é mais alternativo e relaxado.

Finalmente, um dos meus lugares favoritos em Sydney é um bar pequeno em Elizabeth St. chamado 505, onde podes ir ouvir jazz ao vivo quase todas as noites.

Atenção que a vida noturna em Sydney começa muito antes que em Portugal. É normal ir a um bar às 20h ou 21h, ou para uma discoteca à volta da meia-noite.

E para comer em Sydney? Podes citar os teus sítios favoritos?

Restaurantes asiáticos (tailandeses, vietnamitas, chineses, japoneses…) são os mais baratos, por isso são também onde a maior parte dos estudantes vão comer. Em Newtown (um bairro perto da Universidade de Sydney), em King St., há muitos restaurantes tailandeses com menus de almoço a 6 AUD para estudantes, o que é muito bom. Há ainda restaurantes sushi muito baratos.

Outro dos meus restaurantes favoritos era uma pizzaria em Kings Cross (o bairro onde se encontram a maior parte dos bares) que tinha umas pizzas italianas muito finas e não era muito caro, mas não me lembro do nome…

E em termos de visitas culturais?

A área que rodeia Circular Quay é a parte mais agradável da cidade. É junto a The Rocks, que é a parte velha da cidade, e nesta área podes visitar a casa da Ópera de Sydney, a ponte Harbour, os Jardins Botânicos Reais, o Museu Marítimo, e outros museus e monumentos históricos. Em Circular Quay podes também apanhar um ferry até ao outro lado da baía, onde podes visitar o zoo.

Podes também apanhar um comboio de Sydney até às Montanhas Azuis e aí fazer uma visita diurna.

Se quiseres ir para a praia, podes escolher sítios diferentes. O mais perto da cidade é a praia Bondi, onde podes ir de comboio. Depois podes também ir até Coogee e Cronulla de comboio e autocarro, respetivamente. Finalmente, podes ir até à praia Manly apanhando o ferry até ao outro lado da baía.

Tens algum conselho que queiras dar a futuros estudantes em Sydney?

O meu único conselho é de planeares o teu semestre em antemão, uma vez que vistos de estudantes demoram muito tempo a serem lançados…

Depois disso, diverte-te!



Partilha a tua Experiência Erasmus em Sydney!

Se conheces Sydney como nativo, viajante ou como estudante de um programa de mobilidade... sobre Sydney! Avalia as diferentes características e partilha a tua experiência.

Comentários (0 comentários)


Partilha a tua experiência Erasmus!

Mais publicações nesta categoria


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!