Advertise here

Experiência em Helsínquia, Finlândia, por Heidi


Como é que é viver em Helsínquia? Recomendarias? Como é que é a cidade?

Helsínquia é a maioria cidade da Finlândia e ainda tem apenas cerca de 600 000 habitantes. Localizada no Mar Báltico é um país que tem boas conexões com a Estónia e a Suécia. O centro da cidade é pequeno, compacto e cheio de vida mas é seguro e tranquilo. Helsínquia está rodeada de florestas e natureza virgem e estes locais ficam a apenas a 30 minutos de comboio e autocarro do centro da cidade. Os transportes públicos são bons e passam por toda a cidade.

Como é que a vida de estudante em Helsínquia?

Helsínquia é uma cidade cheia de estudantes, mas não é uma cidade tipicamente universitária. A vida dos estudantes é bastante ativa e cheia de vida: existem muitas organizações de estudantes e eles estão sempre a organizar todo o tipo de festas e atividades. Os estudantes em Helsínquia gostam muito de festas, por isso não te vais aborrecer.

Estudar na Finlândia é algo bastante independente e os estudantes podem planear o seu horário da maneira que quiserem. A maioria dos estudantes têm trabalhos a part time e muitos praticam desportos.

Quase todos os estudantes vivem na sua própria casa, mesmo aqueles que têm a família a viver na mesma cidade. Alguns dos estudantes têm os seus próprios trabalhos, mas é algo não muito comum, porque o país apoia muito os estudantes a nível económico.

O que faz a vida dos estudantes em Helsínquia (e na Finlândia) diferente da maioria dos outros países é a idade média dos estudantes: muitos começam a tirar os seus cursos de cinco anos no início dos 20 ou aos 20 e tal anos. Os estudantes universitários com 17 ou 18 anos é praticamente inexistente.

Experiência em Helsínquia, Finlândia, por Heidi!

Fotografia

Qual é o custo de vida em Helsínquia?

Eu aviso-te já que viver em Helsínquia é extremamente caro, quando se compara com outras cidades na Europa. Eu diria que apenas Londres e Noruega são mais caras para se viver. No entanto, estudantes conseguem obter bastantes descontos em todo o lado: transportes, ginásio, alguns bares e restaurantes, entre outros. Se aproveitares estes descontos de estudante ou as ofertas especiais consegues sobreviver com pouco dinheiro.

Foi muito difícil encontrar alojamento em Helsínquia? Há algum conselho que possas dar?

Eu recomendo aos estudantes estrangeiros arrendarem um apartamento através da HOAS (Fundação de Alojamento para estudantes). Eles têm imensos quartos disponíveis a preços razoáveis e com boa localização. Até mesmo nos alojamentos com baixa qualidade nunca terás de partilhar um quarto com outra pessoa, o que é um luxo comparado com outros países.

Também podes procurar por um apartamento através de agências privadas, mas prepara-te para as rendas altíssimas!

Como é que é a comida? Quais são os teus pratos preferidos?

A comida finlandesa é um pouco azeda e sem qualquer tipo de condimento. Carne e vegetais (cenouras, beterraba, entre outros) vão muito populares. Pão de Centeio pode-se adquirir em todo o lado assim como café: os finlandeses são as pessoas que bebem mais café (está comprovado científicamente). Comer peixe é algo comum, especialmente salmão. Salmiakki (licor gelado e salgado) é vendido em todo o lado.

Em relação a coisas doces, os finlandeses preferem sempre algo mais salgado do que doce: quark com natas e amoras, é uma das sobremesas mais populares. Os finlandeses têm uma cozinha com produtos muito exóticos, como carne de rena e "cloudberries" e eu recomendo mesmo muito que experimentem se tiverem a oportunidade.

Ser vegetariano é mesmo muito fácil em Helsínquia, eu própria sou vegetariana. As lojas têm uma boa variedade de diferentes produtos, por isso podes seguir a dieta ou cozinhar o que quiseres.

Experiência em Helsínquia, Finlândia, por Heidi!

Fotografia

Quais os locais que recomendarias para se visitar em Helsínquia?

Todos os locais turísticos, a Catedral de Helsínquia, a Fortaleza Marítima de Sveaborg, entre outros. Podes ver a cidade em apenas um dia, mas visitá-la vale muito a pena. Além disso, eu diria que passear por Kallio, visitar Kaivopuisto ou Keskuspuisto (ambos grandes parques localizados mesmo ao pé do centro da cidade) e também irem de metro até ao este (a parte este de Helsínquia) é algo que não podem deixar de fazer.

Na primavera e no verão faz como os finlandeses fazem - sai à rua! Quando o tempo está bom, todos os parques se enchem de pessoas que vão para relaxar (com uma cerveja na mão). Durante o inverno vai fazer patinagem no gelo ou esquiar, é muito divertido.

É bom comer fora em Helsínquia? Podes nos dizer os teus sítios preferidos?

É algo bastante estranho, mas até mesmo na capital da Finlândia, é muito difícil encontrar comida tradicional do país. Apenas alguns restaurantes têm comida tipicamente finlandesa. Eu diria que os restaurantes italianos e chineses são os mais famosos e também os mais baratos. A pizza é um prato muito popular e os finlandeses são muito criativos com os ingredientes: experimenta rena fumada, por exemplo. No entanto, comer fora aqui é muito menos popular do que no sudoeste da Europa. A cadeia da empresa UniCafe é muito popular entre os estudantes: por 2, 50 euros consegues um almoço bom e saudável.

Onde é que é bom para ir sair à noite em Helsínquia?

Helsínquia tem uma grande variedade de ofertas para ir sair à noite. Podes encontrar de tudo: pubs para descontrair e que são baratos; discotecas bastante chique; concertos de rock e muitos mais. A cidade tem uma grande vida para se ir sair à noite. As festas de estudantes são bastante populares e muitas vezes organizadas no centro da cidade.

O que faz a vida noturna um pouco aborrecida é as leis muito estritas em relação ao álcool e aos horários dos locas: beber é muito caro e os bares fecham entre a 1h30 e as 2h30 e as discotecas fecham às 3h30. Esta é a razão porque as pré festas e as pós festas são muito populares aqui.

Há mais algum conselho que possas dar a futuros estudantes de Helsínquia?

Traz bastantes roupas de inverno. Helsínquia pode não ser como o Alasca ou a Sibéria mas durante o inverno há sempre um vento frio que vem do Mar Báltico.

Prepara-te para as enormes diferentes que acontecem entre o verão e o inverno: durante o inverno só há sol durante algumas horas do dia, e durante o verão praticamente não se põe. Se não estiveres habituado a isto poderás ter alguns problemas a dormir, pelo menos no início, mas ir-te-ás adaptar rapidamente.

Visita a Estónia e a Suécia. Também recomendaria que visitasse São Petersburgo e que vás no cruzeiro em que não necessitas de Visa. Viaja o máximo que conseguires dentro da Finlândia, mas se apenas conseguires ir visitar um destino fora de Helsínquia, recomendo que optes por Lapland. É único e irás ver uma parte completamente diferente do país.

O mais importante: não sejas tímido com os habitantes locais, mesmo que eles o sejam contigo. A maioria dos finlandeses interessam-se bastante pelos estudantes estrangeiros que escolhem esta cidade para fazer o seu Erasmus, por ser uma cidade com poucas pessoas. Como é um país frio, no limite da Europa, as pessoas podem ser um pouco tímidas a estabelecer contacto. Evitar fazer contacto visual, não sorrir muito e não fazer conversa, não são sinais de má educação, mas sim o contrário. Na Finlândia é considerado educado quando se dá aos estrangeiros o espaço que eles precisam e não se deve perturbá-los. Não interpretes mal!

A maioria dos finlandeses falam Inglês e muitos sabem falar outras línguas estrangeiras, por isso teres de lidar com barreiras linguísticas é bastante incomum.

Experiência em Helsínquia, Finlândia, por Heidi!

Fotografia


Galeria de fotos



Partilha a tua Experiência Erasmus em Helsínquia!

Se conheces Helsínquia como nativo, viajante ou como estudante de um programa de mobilidade... sobre Helsínquia! Avalia as diferentes características e partilha a tua experiência.

Comentários (0 comentários)


Partilha a tua experiência Erasmus!


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!