Advertise here

Experiência de Erasmus em Dublin, Irlanda, por Anouk


Porque escolheste ir para Dublin, Irlanda?

Eu já estive duas vezes na Irlanda. A primeira vez foi numa família de acolhimento em Portmanock, no lado do mar. Eu descobri um bocadinho de Dublin naquela altura e tenho de dizer que fiquei muito encantada com a cidade em si, a cultura, os bares… Eu também passei uma semana lá com um amigo há alguns anos e tive mais tempo para visitar. Eu queria ser enviada para Dublin como não era algo totalmente novo. Também estava interessada na história da Irlanda, no período do conflito na Irlanda do Norte, e gostava mesmo da sua música.

Experiência de Erasmus em Dublin, Irlanda, por Anouk

Fonte

Quanto tempo dura a bolsa de estudos? Quanto dinheiro recebeste como ajuda?

A minha bolsa de estudos foi por um semestre, e acreditem em mim, o tempo passa a voar! As aulas foram de setembro até meados de dezembro e só tive exames no início de janeiro.

O Erasmus+ está a dar-me 200€/mês. Contudo, hoje é o dia 2 de dezembro, estive aqui por, exatamente, 3 meses e ainda não recebi um euro. Eu vou receber 80% da minha bolsa de estudos nos próximos dias e o resto quando voltar. Reparem que não é o mesmo em todos os países! Mas foi assim que funcionou para as pessoas da minha universidade natal, no Norte de França. Por exemplo, o meu colega de casa alemão está a receber à volta de 300€ em cada mês.

Como é a vida de estudante em Dublin?

A vida de estudante é ao mesmo tempo fantástica e um bocado difícil para os estrangeiros (na minha opinião! ). A cidade é muito cara, comparada com França. A minha universidade não era no centro da cidade, mas sim na última paragem do Luas (do elétrico), linha vermelha, em Tallaght. Viver em Dublin não seria uma escolha inteligente porque eu teria perdido muito dinheiro em transportes e teria perdido muito do meu tempo também, como tinha 4 dias de aulas por semana.

Contudo, se gostas de bares, música tradicional, cantar em voz alta, peixe e batatas fritas e museus grátis, a cidade é ótima para ti.

Também tens de saber (dependendo do que estás a estudar) que vais ter trabalhos para escrever, quase todas as semanas. A participação nas aulas é bastante importante. Os professores estão sempre prontos para te ajudar e adiar a data em algum trabalho se tiveres algum problema, o que é uma coisa boa.

Recomendarias a cidade e a Universidade de Dublin a outros estudantes?

Definitivamente. Tens muitas coisas para fazer aqui. Museus, concertos, caminhadas ao longo das docas, viagens à volta de Dublin ou à volta da Irlanda… Quase todos os bares têm concertos grátis ao vivo, todos os dias da semana!

Uma coisa; dependendo de onde és e se não fores um cidadão da União Europeia, tens de verificar se o teu visto te permite ir à Irlanda do Norte. Talvez saibas que a República da Irlanda não faz parte do Reino Unido, mas a Irlanda do Norte (IN) faz.

Experiência de Erasmus em Dublin, Irlanda, por Anouk

Fonte

Como é a comida?

Para ser honesta, eu não provei muito. Eu comi peixe e batatas fritas de Beshoff (Rua O’Connell, perto de Spire) e eram bons. Eu também fui ao mercado de rua, no centro, onde podes comprar peixe de vários países, vá lá! É um bom sítio para ir com um amigo e conversar enquanto comem um burrito ou algo que vocês goste.

O estufado irlandês e a tarte Guinness são muito populares aqui. Eu ouvi dizer que era saborosa, mas ainda estou à espera que a minha senhoria me ensine a cozinhá-la.

A Irlanda é muito parecida com Inglaterra. Não há horas definidas para as refeições como podíamos ter em França. O almoço pode ser chamado “jantar” às vezes e o jantar pode ser chamado “chá” (à volta das 5/6 da noite). Os estudantes irlandeses gostam de pipocas (sempre salgadas) e batatas fritas (da marca Tayto, a equivalente da Walkers na Inglaterra).

Foi difícil encontrares alojamento em Dublin?

Encontrar alojamento foi complicado. Custa muito por isso a melhor opção é partilhar uma casa ou um apartamento. Se ficares no centro da cidade, prepara-te para pagar à volta de 500/600€ mensais. E os proprietários costumam pedir a caução em dinheiro.

Quanto custa viver em Dublin?

Como eu disse em cima, pode ser caro. Eu escolhi viver com uma família de acolhimento (só a senhoria é que vive aqui) com um amigo alemão. Nós os dois pagamos 400€ mensais com as despesas incluídas. Nós pagamos semanalmente, em dinheiro. Contudo, se quiseres viver numa família de acolhimento, tens de escolher entre refeições fornecidas ou não (sem refeições). Claro, vais pagar menos se quiseres fazer as tuas próprias compras de supermercado e cozinhares sozinho.

A língua é fácil de entender? Existem cursos de língua disponíveis na Universidade?

Eu tenho estado a estudar inglês por 12 anos e tenho professores de todos os lados do mundo na minha universidade natal, por isso estou habituado aos diferentes tipos de sotaques. O sotaque de Dublin não é o pior! Torna-se complicado se fores a Belfast ou Limerick, por exemplo. Mas depois de uma semana ou duas os teus ouvidos já se habituaram!

Geralmente, há um curso chamado “Inglês como uma Língua Estrangeira” (EFL). Tens de fazer um teste e dependendo dos resultados, podes tirar o curso ou não. Repara que depende do que estiveres a estudar. Como as minhas aulas eram ensinadas em inglês em França eu tive nível B2 antes de ir embora, não podia ir a estas aulas.

Qual é a forma mais fácil e mais económica de viajar para Dublin da tua cidade?

Definitivamente o avião. A Ryanair vai-se tornar a tua companhia favorita.

Eu voo desde Bruxelas e custou-me à volta de 70€ com a minha mala grande de 20kg.

Onde recomendarias sair à noite em Dublin?

Há tantos sítios… O Temple Bar, claro! Mas podes aborrecer-te por ser um pouco pequeno e estar sempre cheio.

Para os bares; St John's Oliver Gogarty (onde o James Joyce costumava ir), Bad Bobs ou mesmo a igreja (uma antiga igreja transformada num bar/restaurante/clube noturno). Se saíres do centro, vai a Rahtmines, Dublin 6! O Blackbirds é muito bom se gostares de rock’n’roll e os bares têm a sua própria atmosfera.

Eu não fui muito a clubes porque morava muito longe, mas fui muitas vezes ao Dicey’s, Dublin 2, perto de Stephen’s Green. Vários andares, um terraço bonito e pessoas de todas as partes do mundo! Em alguns dias, durante as “happy hours” podes ter uma bebida por 2, 5€.

Experiência de Erasmus em Dublin, Irlanda, por Anouk

Fonte

E para comer? Quais são os teus restaurantes favoritos em Dublin?

Eu não fui a muitos.

Elephant e o bar Castelo in the Temple são bons e os preços são acessíveis. Diwali, comida indiana na rua Aungier, se me lembro bem, é absolutamente fantástico mas é melhor reservar. Eu fui a vários restaurantes japoneses e chineses mas não me lembro dos nomes.

Que lugares de interesse cultural recomendas visitar?

A faculdade Trinity e os livros de Kells.

O Museu de Cera se te quiseres divertir um pouco. O Armazém Guinness se quiseres saber mais sobre esta cerveja e receber cervejas de graça no fim. O Museu Leprechaun. A Galeria Nacional da Irlanda (grátis e tem uma boa loja! ). O Museu de História Natural e Artes Decorativas.

Experiência de Erasmus em Dublin, Irlanda, por Anouk

Fonte

Paisagens lindas: as montanhas Wicklow. As montanhas de Dublin. Glendalough. Dun Loaghaíre (para ser pronunciado Dun Learee). Howth. Dublin quays & Dublin harbour

Na Irlanda: Newgrange, Kilkenny, a cidade Cork, A Cidade de Galway e a Costa Oeste, Os Penhascos de Moher, a Ilha Aran, NI, Conemara, A Ponte Gigante, Belfast e a sua costa… Explorem; -)!

Queres dar algum conselho aos futuros estudantes em Dublin?

Aproveitem.

Agradeçam ao motorista do autocarro! E tenham a quantidade exata de dinheiro se quiserem comprar bilhetes diretamente no autocarro. Há zonas diferentes por isso o preço muda dependendo de onde quiserem ir.

Não hesitem em ir às livrarias. Eu ouvi que há uma boa na universidade Trinity. E com o vosso cartão de estudante podem requisitar livros de qualquer biblioteca universitária em Dublin.

“Grand” significa “great” (ótimo), “alright” ou “not that bad” (e pode ter outros significados também).

Se alguém vos perguntar por “jacks”, significa casas de banho.

Aqui, um press = um armário.

“To get things sorted out” = to arrange things (arranjar/resolver as coisas).

“Cheers” (saúde) é usada para tudo: obrigada, de nada, a própria “saúde” ^^

Divirtam-se na Irlanda!


Galeria de fotos



Partilha a tua Experiência Erasmus em Dublim!

Se conheces Dublim como nativo, viajante ou como estudante de um programa de mobilidade... sobre Dublim! Avalia as diferentes características e partilha a tua experiência.

Comentários (0 comentários)



Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!