Como criar o itinerário de viagem perfeito

Se já leste o meu recente artigo “Why I'm going to Turkey alone this summer” (Porque vou para a Turquia sozinha este verão), saberás que dentro de uma semana irei partir naquela que será a viagem da minha vida. Já deixei tudo preparado – marquei os meus voos, escolhi as pousadas onde irei ficar, tratei do meu e-Visa, etc.; a única coisa que me falta é criar o meu itinerário de viagem. Existem, obviamente, algumas coisas que já sei que irei fazer: por exemplo, não irei visitar Pamukkale sem antes comprar uma viagem para ver os travertinos mundialmente famosos. No entanto, grande parte do meu planeamento continua por fazer, por isso, embora as listas de atividades façam parte do meu plano, pensei em escrever um artigo para te dar algumas das minhas dicas e truques para que possas escrever o teu próprio itinerário!

como-criar-o-itinerario-viagem-perfeito-c32be70c697609041302ec9914f0bdfc.jpg

Faz a tua pesquisa

Escusado será dizer que se queres descobrir quais os pontos turísticos e as atrações que deves visitar em determinado lugar, é uma boa ideia fazeres alguma pesquisa. Eu costumo utilizar recursos online para isso: fóruns de viagens como o TripAdvisor, plataformas de blogues como o Erasmusu e, na grande maioria das vezes, o meu velho amigo Google. Quando efetivamente recorro a ferramentas de pesquisa, certifico-me que utilizo termos como “segredos escondidos” e “locais favoritos”: assim, consigo aventurar-me um pouco fora dos caminhos conhecidos e explorar lugares que não são frequentados por turistas.

Também gosto de utilizar guias de viagem, especialmente aquando de viagens mais longas. O preço de venda recomendado deste tipo de publicações tende a estar no topo da escala, por isso costumo comprar os meus em segunda mão em lojas de beneficência. Isso faz com que por vezes os guias estejam desatualizados, mas através de alguma pesquisa online extra, é fácil evitar que sejas apanhado de surpresa.

Por último, gosto sempre de pedir a amigos e família por conselhos. Por acaso, os meus pais foram à Turquia na lua de mel – talvez o interesse pelo país seja hereditário?! –, portanto a minha mãe tem-me dado todo o tipo de dicas úteis para a viagem. Caso conheças alguém que viva nos lugares que irás visitar, certifica-te que entras em contacto com essas pessoas antes da tua viagem; certamente poderão recomendar-te imensos sítios agradáveis e talvez até te possam oferecer um passeio guiado pela sua parte da cidade!

como-criar-o-itinerario-viagem-perfeito-e5b3eba5dbba3ef37ccef4a9aa6d8f39.jpg

Pensa no orçamento

Antes de qualquer viagem, é importante que elabores o teu orçamento. Podes, obviamente, excedê-lo um pouco se necessário, mas o facto de teres uma ideia aproximada de quanto queres gastar ajudar-te-á a evitar quaisquer surpresas desagradáveis quando chegares a casa. Se pretendes gastar o mínimo possível, ajusta as tuas pesquisas adequadamente, incluindo palavras chave como “barato” e “gratuito”. (Para mais dicas sobre viajar de forma mais acessível, vê este artigo!) Por outro lado, se estás a planear uma viagem à grande e à francesa, certifica-te que organizas todo o tipo de aventuras loucas. Contudo, cuidado para não caíres em armadilhas turísticas!

Pensa nos horários

Até podes ter feito uma lista de cem pontos turísticos a não perder, mas não vale a pena tentares visitar todos se a tua estadia for de poucos dias. (Oh, poder ter todo o tempo do mundo para explorar novas cidades!) Durante o processo de elaboração do teu itinerário, lembra-te de teres em consideração os horários de abertura de todas as atrações que queres visitar, bem como quanto tempo (em média) irás levar a passear por cada uma. Se achas que não irás conseguir visitar tudo, não receies: simplesmente terás uma ótima desculpa para voltares no futuro!

Pensa nos transportes

Após considerares o teu orçamento e os horários, convém decidires se queres utilizar os transportes públicos enquanto passeias. Como já mencionei em inúmeras publicações, caminhar entre pontos turísticos dá-te a oportunidade de realmente sentires os lugares que estás a visitar. Contudo, isso poderá não ser muito eficiente. Verifica quais os serviços de transporte disponíveis no teu local de destino e reflete sobre se valerá a pena o custo extra. (Na minha experiência, as viagens de autocarro, elétrico e metro não custam mais do que alguns euros, nem as bicicletas de aluguer. )

Se estás a viajar de cidade para cidade – ou de país para país – esta é também a altura de adicionares as tuas as viagens à equação. Certifica-te que tens tempo de sobra caso necessites de ir para um terminal de autocarros ou aeroporto. Talvez tenhas de esperar um pouco quando chegares, mas mais vale prevenir do que remediar!

como-criar-o-itinerario-viagem-perfeito-094dbe2f7f2a3921a37fa755d7e452e7.jpg

Pensa na comida

A comida é outro aspeto que todos os viajantes terão de ter em conta: afinal, não existe melhor forma de ganhar apetite do que ao passear por uma cidade! Antes da tua viagem, decide se queres comer fora muitas vezes, ou se preferes guardar os teus tostões e cozinhar. Caso optes pela primeira opção, certifica-te de procurar quais os cafés e restaurantes que apresentam as melhores avaliações.

Decide se queres participar em alguma atividade turística

Finalmente, pensa se quererás participar em alguma atividade turística durante a tua viagem: estou a falar de passeios em balões de ar quente, mergulho, passeios fantasma, etc. Se queres ter uma aventura, então sai e tenta algo novo, mas novamente, lembra-te de evitares as armadilhas turísticas. Se algo parece ser ridiculamente caro, é porque provavelmente é, pelo que faz a tua pesquisa, lê as avaliações de clientes e tenta encontrar as melhores oportunidades.

como-criar-o-itinerario-viagem-perfeito-4f4f271d056a2a2f2fa4e34886528c82.jpg

Faz uma lista e prioriza determinados lugares ou determinadas atividades

Agora que já pensaste em tudo, está na altura de criares a tua lista de atividades! Reúne tudo num único documento ou bloco de notas e organiza todos os pontos turísticos e locais para comer que te chamaram à atenção durante o teu processo de pesquisa. Pensa sobre quais seriam os lugares que detestarias perder, marca-os e faz tudo o que puderes para que os visites o mais cedo possível assim que chegares ao teu destino. Deverás conseguir fazer tudo, mas vale sempre a pena estar preparado para o pior, caso aconteça algo inesperado e dês por ti com menos tempo do que o suposto.

Localiza tudo num mapa

Após decidires quais as atrações que irás visitar, é hora de as localizar num mapa. Desta forma, ficarás com uma ideia de que monumentos e pontos turísticos se situam mais perto uns dos outros e tal ajudar-te-á a organizar as tuas visitas turísticas em diferentes blocos de tempo. Poderás descobrir que um ou dois pontos turísticos se situam muito mais longe do que esperavas, por isso arranja um método de transporte adequado, ou considera eliminar esses pontos turísticos da tua lista.

Escolhe o teu alojamento de forma inteligente

O alojamento localizado no centro das cidades costuma ser o mais caro, mas normalmente o custo extra vale a pena. Enquanto planeias o teu roteiro pela cidade, se vires que vários pontos turísticos se situam muito perto uns dos outros, considera utilizar essa área como base. Não só pouparás imenso tempo (que irias de outra forma perder sentado em transportes públicos), mas também estarás, possivelmente, muito mais perto das lojas, discotecas e dos restaurantes principais da cidade.

como-criar-o-itinerario-viagem-perfeito-71f54576ce16718aab83b6ca1637b51e.jpg

Descobre que outras cidades se situam perto

Sempre que planeio uma viagem a uma grande cidade, tento sempre descobrir se existem outras cidades nas proximidades que valham a pena visitar. Caso descubra que existem (e isto acontece com alguma frequência), tento sempre encaixar alguns passeios curtos no meu programa. Por exemplo, quando estive em Génova há alguns anos, passei algum tempo a visitar as Cinque Terre e, na próxima semana – quando estiver em Izmir –, estou a pensar em apanhar um comboio para Éfeso.

Marca tudo com antecedência

Não existe nada pior do que planear uma atividade, chegar ao local e descobrir que não há mais vagas, portanto começa a fazer todas as reservas necessárias assim que confirmares as datas da tua viagem. Vale igualmente a pena fazer isto com os bilhetes de comboio; desta forma, é possível que encontres algumas ofertas especiais.

Cria uma cópia de segurança da tua lista de atividades

É ótimo que queiras aperfeiçoar os teus planos de viagem, mas o que acontece se deixares o teu itinerário em casa, ou se o teu telemóvel ficar sem bateria enquanto estás a passear? Evita estes pesadelos devastadores ao criares cópias de segurança de quaisquer listas de atividades que faças. Alguns minutos extra para fazeres screenshot, tirares umas fotografias ou fotocópias antes da tua viagem poderão, mais tarde, poupar-te imenso tempo e stress. (Ah, e lembra-te de levares um carregador portátil para o telemóvel!)

Mantém o espírito aberto para mudanças de planos

Em geral, quanto mais organizares antes da tua viagem, melhor. No entanto, poderás perder toda a tua bagagem e ter de despender imenso tempo para recuperá-la, ou – pensando de forma mais positiva – poderás conhecer o amor da tua vida e seres levado para uma ilha a centenas de quilómetros de distância do teu local de destino original. Por outras palavras – especialmente quando se viaja –, nunca se sabe o que pode acontecer. Faz muitos planos, mas mantém-te sempre recetivo a mudanças. Muitas vezes são esses momentos de espontaneidade que acabam por ser os mais memoráveis!

como-criar-o-itinerario-viagem-perfeito-a132b055fa0e1468513df94669ad7e4d.jpg

Viagens seguras!

Portanto, aqui estão: as minhas dicas para criares o itinerário de viagem perfeito! Boa sorte para todo o processo e não te preocupes demasiado se não conseguires deixar tudo pronto a tempo: imensas pessoas improvisam férias inteiras e divertem-se bastante. Além disso, como diz o velho ditado, as melhores coisas acontecem quando menos se espera!


Galeria de fotos



Comentários (0 comentários)


Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!