Advertise here

Livrarias em Portugal

Publicado por Cristiana * — um ano atrás

Blogue: Uma portuguesa em Verona.
Etiquetas: Blogue Erasmus Portugal, Portugal, Portugal

Toda a gente tem um hobbie.

Faz parte da nossa natureza humana termos preferência por uma atividade sobre todas as outras. Muita gente que conhece gosta de ver filmes ou séries, praticar desporto, viajar, caminhar, entre outras atividades. Uma das que eu mais gosto de fazer é ler. Especialmente se for um bom livro. E por bom livro não digo que seja um livro clássico, recheado de prémios. Creio que um bom livro é aquele que se adequado ao momento emocional que estamos a viver na nossa vida. De nada vale ler o Crime e Castigo do Dostoievksi se o que queremos/precisamos de ler é o novo livro do Frederick Backman. E não interessa nada que um seja novo, contemporâneo e desconhecido e o outro um mago para todos os aspirantes a escritor. O que interessa mesmo é apreciar o momento da leitura. Isso, para mim, é o mais importante: ler e tirar real proveito disso!

Dito isto, vou falar-vos dos dois melhores locais para comprar livros em Braga. Vou retirar a Centésima Página porque já escrevi um texto dedicado a ela e penso que em nada me interessa voltar a repetir-me. Vou, isso sim, dar-vos conteúdo novo e que poderá em muito melhorar a vossa existência, experiência de compra de um novo amigo – porque é isso que um livro é.

 

  • Livraria Escolha Um: Bertrand – Centro de Braga

No centro de Braga, ao fundo da Avenida da Liberdade (R. Raio 383, 4700-924, para ser mais exato), está localizada a Bertrand da cidade de Braga. Anteriormente com uma loja na rua do Souto, agora transformada em café e decorada a preceito onde ainda se saboreia a paixão pelos livros, a Bertrand vai inclusivamente abrir um novo espaço no centro comercial Nova Arcada, onde mora o meu amor IKEA e onde tive a oportunidade de levar a cabo uma oportunidade profissional. Tudo experiências e amores que podem aprofundar no meu blogue. Pois bem, a Bertrand que está localizada no centro está incluída no Centro Comercial Liberty Street Fashion. Um edifício novo, em pleno destaque no centro da cidade, e que merece toda a vossa atenção. Não só tem a Massimo Dutti mais bonita de todo o país, um ginásio magnifico como ainda se complementa com um edifício cúbico onde podemos encontrar a nossa fonte de conhecimento, amor e emoção: a livraria Bertrand. A entrada é magnífica. Ficando na mesma rua que o Palácio do Raio – aliás, fica na Rua do Raio – ao entrar temos a visão de uma das mais belas estruturas arquitetónicas da cidade. A estrutura da Bertrand não lhe fica nada atrás. De uma modernidade destacada, é um autêntico cubo de vidro que nos convida a entrar. Nem que seja para satisfazer a curiosidade sobre o seu conteúdo. Ao entrar somos recebidos por uma pequena montra onde são colocadas as novidades. Ou seja, ao entrar na livraria somos recebidos pelos livros mais recentes. Nada mau, parece-me. Após isso, não muito tempo pois o staff é eficaz, uma colaboradora da superfície comercial vem questionar-nos sobre o nosso intento ali. Eu costumo responder que estou apenas a ver, mas sempre que preciso de ajudo e lhes pergunto algumas coisas consigo perceber que se trata de pessoal qualificado para o cargo. Sabem as tendências do mundo literário e estão integradas tanto em clássicos como em livros que saíram a semana anterior à minha visita. Como seria de prever, voltei a dizer à menina que estava bem, estava só a ver o que haveria de novo. Contudo, devo dizer que andar a ver coisas numa livraria, sem um objetivo, é bem capaz de ser uma das coisas mais idiotas do mundo. Basicamente, andamos por ali a pavonear o nosso interesse pelas capas e títulos, pois nunca poderemos avaliar os conteúdos dos livros reais. Quantos livros perfeitos ficaram por ler por terem títulos horrendos ou capas hediondas? Quantos? Contudo, eu sigo o meu ritual julgando o poder de designers gráficos e anexando isso ao que o autor demorou anos a escrever, tentando encontrar uma relação totalmente inexistente. Enfim, são parvoíces de um cérebro que procura encontrar um padrão num mundo onde tal não existe. Não na literatura. Nada é literal na literatura.

A livraria da Bertrand está dividida em dois pisos. No primeiro podemos encontrar os títulos de maior destaque, tanto clássicos como as novidades, roteiros turísticos e a secção das crianças. Tudo o resto que ser obtido no segundo piso. Pode ir de elevador, mas aconselho uma subida pelas escadas que estão marcadas com frases de Valter Hugo Mãe.

livrarias-portugal-6afabe378f2b568823409

(https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Livraria_Bertrand,_CC_Forum,_Coimbra.JPG)

 

  • Livraria Escolha Dois: FNAC – BragaParque

 

Durante algum tempo, a FNAC do BragaParque foi uma segunda casa. Localizada no BragaParque, o maior e melhor Shopping da cidade, tem uma localização prviligiada na cidade. O shopping seve como ponto de encontrar para grande parte dos bracarenses, pelo que os seus caminhos se cruzam muitas vezes, de forma inevitável, com a FNAC. Melhor ainda, a sua localização dentro do shopping. A FNAC é vizinha dos cinemas NOS, o que lhe confere um estatuto de amante eterno dos jovens habitantes da cidade de Braga. E jovens na alma, devo acrescentar! Por isso, como não fujo muita da rega neste caso, sou uma fã incondicional da FNAC. A zona que mais gosto é a livraria. Caso te perguntas onde é que ela está, pois não é visível da entrada, posso comunicar-te que fica no canto direito, ao fundo. E o caminho até lá vale bem a pena. Estantes organizadas por TOPs informam-te sobre as tendências de vendas. Ao contrário da Bertrand que tem um serviço de atendimento personalizado e onde um funcionário se digna a ir ter contigo e preocupar-se com as tuas intenções, na FNAC deixam-te andar livremente. Devo confessar que durante a minha vida usei-a mais vezes como biblioteca que propriamente livraria. Aliás, já li livros inteiros na secção da livraria da FNAC. Contudo, confesso que o último que comprei foi no início deste ano, assim que voltei de Itália. Desde então que nunca mais lá voltei a deixar o meu dinheiro. Se estiverem à minha espera para se safarem na vida, bem que podem esperar. Mas posso assegurar-vos que não é por falta de vontade. Tivesse eu tempo na vida para fazer o mais gostava e lia sem fim à vista. Livros amontoadas à espera de serem devoradas por esta mente curiosa.

livrarias-portugal-8ffae46e4ed7cda8dcc66(https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Fnac_Coimbra.JPG)

 

Um ponto positivo de ambas as livrarias é a possibilidade de comprar via internet ou pedir uma entrega em loja.

livrarias-portugal-cb8d8ca029b861e38a2e3(https://commons.wikimedia.org/wiki/File:LivrariaBertrand2.JPG)

Ou seja, se quiser ter a certeza que o livro que pretende está na loja quando o for buscar, pois bem, pode fazer a encomenda online. A melhor opção poderá mesmo ser enviarem-lho para casa. Basta ir até aoo website de uma das livrarias que preferir e inteirar-se do que é preciso fazer. Normalmente, o procedimento é muito simples. Basta apenas criar conta de cliente, dando alguns dados pessoais e estabelecer o método de pagamento. Um dos meus  para mandar vir livros, eventualmente, é através do website da Bertrand. Costumo receber detalhes de promoções através da newsletter, inclusive. Podem rondar os 20% ou os 50% num dia de sorte. Seria fácil demais mandar vir livros até ao conforto do nosso domicílio...

livrarias-portugal-ba3f034d589f56c4e126b

(https://pixabay.com/pt/livraria-livros-comprar-biblioteca-2495148/)

Mas com isso perder-se-ia toda a magia de entrar numa livraria, certo?


Galeria de fotos


Comentários (0 comentários)


Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!