Advertise here

Nova comida: o bom, o mau e o pânico

Encontrei um pacote perdido de stroopwafels. Só depois de ter dado uma bela mordida na bolacha é que contemplei à quanto tempo ele estaria no armário.
Mas não são das stroopwafels que tenho mais saudade. A ida ao mercado semanal rejuvenescia a felicidade por estar num país diferente, flutuando sempre um mix de cheiros florais e uma amplitude imaginável de queijos. Bate a saudade de frutos vermelhos e pringles a 1€, e a esperança de demorar tanto que tinha que experimentar mais uma versão do famoso kibbeling (peixe frito).
Por outro lado, estou feliz por ter de volta os meus tremoços, pão que consigo saborear para além do desespero de uma sandes e gelatina de todos os sabores que me fazem feliz.
É isso, vou buscar um pãozinho... Foi o mais difícil na Holanda - num país de sandes para almoço (e com um bocadinho de sorte, para jantar!), parece que a base se mantém restrita a um intervalo limitado de escolhas insossas. No entanto, ao entrar ou visualizar uma pastelaria as vontades já eram diferentes. CONTROLO MÁXIMO! Aiiiii Suponho que aqui seja igual, né?! mas lá não há desculpas.

Mas ao lado batia forte na carteia. A solução: cozinhar em casa, e sorrir para as melhores colegas de casa :)


Galeria de fotos


Comentários (0 comentários)


Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!

Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!