Advertise here

Halloween aqui em Budapeste

Não estava à espera que o meu primeiro artigo de Budapeste fosse sobre o Halloween. Afinal de contas o Halloween nem sequer é uma tradição húngara e pensei que nem sequer era celebrado muito freneticamente. Mas a verdade é que é! Enquanto estou a escrever este texto estou a começar a sentir todo o sentimento desta festividade, e garanto-vos que isto será informação bastante importante e interessante.

Mas primeiro, vou tomar como garantido que todos vocês já conhecem o Halloween, e por isso não me vou estar a repetir. Todos sabemos que o Halloween é mais celebrado nos Estados Unidos, e que na Europa não é nada assim tão especial.

Quando andas pelas ruas de Budapeste pelo Halloween, não vês crianças a pedir doces, nem vês os vizinhos com palhaços assustadores nos seus jardins, mas isso não significa que aqui o Halloween não seja também divertido. :)

Visto que esta foi a minha primeira vez a celebrar o Halloween em Budapeste, decidi ir sair. Estava determinada a passar uma boa noite, mesmo que isso significa-se que tinha de colocar bastante esforço em arranjar um traje e pensar num plano perfeito. Tudo começou quando os meus amigos enviaram-me este folheto, sobre um evento que ia acontecer perto da nossa casa, e claro que fiquei muito curiosa para ver sobre o que era. Por isso comecei a pensar em ideias para um disfarce, e foi um pouco difícil especialmente porque não sabia onde poderia comprar ou por onde começar.

A primeira pergunta era: "-Onde é que vou conseguir arranjar um fato? "

Depois de pesquisar na Internet durante algum tempo, encontrei esta loja de disfarces chamada “Maszka” mas que se pronuncia “ Maska”. Em húngaro a letra "s" é escrita como "sz" e a letra "s" é pronunciada "sh", por isso tecnicamente eles aqui chamam-se "Shaba". Mas é melhor nem sequer falarmos sobre isso.

Halloween aqui em Budapeste!

(O símbolo da loja. Assim que o vires, depois tens de descer as escadas. )

(A fotografia foi tirada por mim, mas até ficou com boa qualidade. )

No entanto, depois de tantas horas de pesquisa (estou a exagerar, foram mais como 20 minutos), decidi ir visitar esta loja, mas antes de avançarmos ainda mais, deixem-me dizer-vos como podem chegar até aqui. Para futuras ocasiões (e não significa que tenha de ser especialmente para o Halloween).

Como chegar até aqui:

Transportes públicos de Budapeste são na verdade bastante convenientes, a acessibilidade é fantástica e os preços dos bilhetes são razoáveis. Mas continuando, a loja de disfarces fica localizada em: 20, Irányi utca, 1056 Budapeste. Em húngaro "utca" significa "rua", por isso é o número 20 da Rua Irányi. O sítio é muito fácil de encontrar, podes ir de metro, linha M3, podes entrar em qualquer estação de metro desta linha e depois tens de sair na estação "Deak ferenc tér".

Para mais informações sobre o transporte público de Budapeste, podem ler o meu artigo sobre isso. Na estação irás ver diferentes saídas, tens de procurar pela que diz “Irányi utca” e sair nessa. Podes usar o Google Maps e a loja fica a uma distância de 2 minutos a andar a partir da estação de metro. Tem cuidado, porque a morada pode ser um pouco complicada, o número 20 indica uma porta, e é necessário que alguém a abra, irás ver o sinal "Maszka" escrito. Entra no corredor e desce as escadas, a loja fica localizada no andar de baixo. (Mais informações no parágrafo seguinte. )

Descrição e Experiência:

Perfeito, agora já estás na loja! Enquanto estás a descer as escadas sentes um sentimento assustador e de mistério, como se estivesses a entrar numa casa assombrada. Adoro, conseguia sentir o espírito de Halloween no seu auge. Assim que chegares à loja, irás ver um computador e uma máquina para tirares um número de atendimento, para esperares na fila. Clica no botão que diz "Inglês" e irás ter o teu número. Antes de vir aqui, tinha visto imensos comentários de pessoas a reclamarem pelas filas, que eram muito longas e que eles tinham poucos empregados. Mas eu não vi nada disso, depois de chegar fui praticamente logo atendida, e ainda por cima havia imensos clientes. Para mim o serviço deles foi bastante bom.

Halloween aqui em Budapeste!

(A assustadora escadaria da qual estava a falar. )

Assim que cheguei à loja, o assistente perguntou-me sobre qual era o tipo de disfarce que eu estava à procura, ou se tinha alguma ideia. Eu tinha decidido que queria um flapper, porque tinha esta obsessão, quando era mais nova (um ano mais nova), por disfarces do estilo dos anos 20. A senhora procura por "Great Gastby" no seu computador e mostrou-me quais eram os disfarces que tinha disponível, assim como os seus tamanhos e o preço do aluguer. O problema é que os disfarces vêm sem acessórios, por isso basicamente teria de comprar o vestido e depois os acessórios eram à parte, o que, sinceramente, acabava por ser nada económico. Mas lembrei-me que tinha um vestido em casa que poderia usar e no final apenas comprei os acessórios. Comprei um cigarro, as longas luvas e uma fita para o cabelo, que são todos os acessórios imprescindíveis. Tudo custou cerca de 3. 000 forints, que convertido são 10 euros.

Halloween aqui em Budapeste!

(Literalmente todo o tipo de estoque que é necessário para criar um disfarce. )

Para alugar um disfarce os preços são entre os 5. 000 forints até aos 10. 000 forints, e dá para alugar o fato durante toda a semana, o que é perfeito porque não queres ter de vir à loja a correr para o entregar. E penso que no caso de quereres mesmo um disfarce especial, um que não dê para seres tu a fazê-lo, então devíamos mesmo de alugar nesta loja.

Os empregados são extremamente prestáveis e muito educados, eu recomendo, sem dúvida alguma, esta loja, no caso de seres convidado(a) para uma festa de disfarces em Budapeste ou para qualquer outra ocasião que envolva disfarces. Outra coisa à parte dos trajes, é que para todos irás precisar de algum tipo de máscara, peruca, óculos ou outros acessórios. Por isso se tiveres de ir comprar estas coisas em algum sítio deveria ser na Maszka.

Halloween aqui em Budapeste!

(Alguns estilos de flapper, incluindo fitas para o cabelo, cigarros, entre outros. )

Ok, já tenho o meu disfarce, e agora?

Como referi anteriormente, o Halloween não é muito celebrado aqui em Budapeste, mas a discoteca Akvarium (uma discoteca famosa em Budapeste) todos os anos faz uma festa internacional de Halloween, e este ano é o seu décimo aniversário, ou seja, loucura total de Halloween. Como era um evento tivemos de comprar previamente os bilhetes, o early bird tickets (bilhetes de madrugador) que estiveram disponíveis até uma semana antes do evento, e custavam 3. 000 forint (10 euros), os bilhetes normais eram à volta de 4000 forints e no caso de os comprares no dia à porta da discoteca eram 5. 000 forint. Os bilhetes VIP custavam 8. 000 euros, mas não faço a mínima para que eram. De qualquer forma, eu e os meus amigos comprámos os bilhetes online, uma semana antes, e por isso conseguimos os mais baratos. Como eu disse, a Akvarium é uma discoteca bastante famosa em Budapeste, eles tem sempre imensos eventos internacionais, ou seja, é o sítio perfeito para conhecer pessoas de outros países ou até turistas. O lugar é bastante famoso pela sua piscina, que fica no teto da discoteca. No verão, a maioria dos eventos, são no exterior na piscina, mas como estávamos no outono, a festa foi dentro da discoteca, e o sítio tem algumas diferentes pistas de dança. Mas antes de avançarmos vamos falar de como podes chegar à discoteca Akvarium.

Como chegar até aqui:

Chegar até a este lugar é tão fácil como chegar a qualquer outro. Tal como chegar até Maszka, tens de apanhar a linha M3 do metro em direção à Deak Ferenc Ter, e depois andar por 2 ou 3 minutos até chegar à discoteca. Agora, não te esqueças que o metro em Budapeste está aberto até às 23 horas e depois tens de procurar por outras opções de transporte. Eu sugiro a que apanhes um autocarro. Dependendo da localização de onde vens, existem imensos autocarros para diferentes partes da cidade. Eu sugiro a que vocês procuram no Google Maps ou na aplicação "BKK" que é aplicação oficial dos transportes públicos de Budapeste, e dá uma grande ajuda. Por exemplo se quiseres ir desde a discoteca até ao Octagon, podes apanhar o autocarro número 105, apesar de que também existem muitos outros.

E, obviamente, podes sempre apanhar um táxi, se for muito tarde. Faz o download da aplicação “Taxify”, que é basicamente o mesmo que o Uber, mas para táxis. Não diria que é a melhor aplicação, mas aqui em Budapeste é a única coisa que existe, por isso é melhor habituares-te. O mais engraçado é que na verdade a Uber foi proibida aqui em Budapeste, os taxistas protestaram e o governo proibiu a aplicação na cidade! Acreditam nisto? Se parece coisa da máfia, ou assim. É incrível o poder e a influência que os taxistas têm. De qualquer forma, estas são as melhores formas para regressares a casa depois da discoteca. Posteriormente irei escrever sobre os transportes públicos em Budapeste, para ajudar todas as almas perdidas que andam por aí pela cidade.

Experiência:

A festa foi fantástica. Toda a discoteca estava decorada com uma temática assustadora e com abóboras sorridentes, parecia mesmo o emoji da abóbora. Existiam três pistas de dança, ou talvez duas, já não me lembro bem (peço desculpa pela minha memória, mas afinal de contas era noite de Halloween). A primeira pista de dança está localizada na cave, e era onde passavam durante toda a noite músicas EDM, e praticamente toda a gente nesta pista estava a brilhar. Parecia como um festival retro. Eu não gostei nada da música, não sei porque, talvez porque nessa noite não estava com vontade de ouvir música eletrónica. Por isso passámos a noite toda na sala espanhola, que tinha uma pequena pista de dança e tinha pouca gente, o que tornou tudo ainda melhor. Dançámos durante toda a noite, como é suposto fazer numa discoteca. Quase toda a gente estava mascarado ou tinham maquilhagem assustadora, o que foi fantástico, porque era algo que eu não estava de todo à espera.

Halloween aqui em Budapeste!

(O cartaz da festa a que nós fomos. )

(Fotografia retirada de: Fonte. )

No caso de estares em Budapeste, sugiro totalmente os eventos da Akvarium, e não apenas os de Halloween. É uma boa discoteca e tem boa música. Ah, e mais uma coisa que quase que já me esquecia, existem outros eventos durante o Halloween, como por exemplo pequenas festas em barcos pelo Danúbio, tenho a certeza de que existem eventos perto da Praça dos Heróis ("Heroes Square") para as famílias e as crianças, mas a maioria são eventos mais pequenos. Os únicos eventos que são mais ou menos maiores são as festas em discotecas para pessoas e estudantes estrangeiros. Em relação ao próximo ano, iremos ver o que Budapeste tem para nos oferecer, mas no caso de acabares por vir para a cidade, diz-me algo, e eu irei dizer-te todos os eventos que vão acontecer.

Halloween aqui em Budapeste!

(Fotografia retirada de: Fonte. )

(A discoteca "hen" não é muito fria no exterior. )

Espero que vocês tenham gostado do meu primeiro artigo sobre Budapeste.

Como habitual, mantêm-te em contacto e pergunta qualquer questão que tenhas ou apenas se quiseres fazer uma nova amiga. Prometo que sou simpática (nem por isso).

Também prometo que irei tentar estar mais ativa, é só que a Escola de Medicina está a consumir-me por dentro e neste momento pareço um daqueles zombies de "Walking Dead". Mas não se preocupem que hei-de sobreviver, espero que tenham gostado deste artigo.

Saudações!


Galeria de fotos



Content available in other languages

Comentários (0 comentários)


Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!