Advertise here

Candidatando-se a um mestrado Erasmus Mundus

Publicado por Thaysa Portela — há 4 anos

Blogue: queridoerasmus
Etiquetas: Bolsas Erasmus

Acredito que o sonho de muitos universitários é realizar uma pós-gradução no exterior. Comigo não era diferente, ainda mais porquê adorei a experiência do intercâmbio CSF.

Quando decidi me candidatar a uma bolsa para o mestrado Erasmus Mundus eu não tinha muita idéia de como seria esse processo. Por isso resolvi compartilhar essa experiência para ajudar quem tem interesse no assunto (e porquê muitas pessoas já vieram me perguntar, então estou facilitando minha vida).

De antemão, quero deixar claro que todas as informações aqui relatadas são da candidatura do mestrado em Planejamento do Espaço Marítimo (Erasmus Mundus Master Course in Maritime Spatial Planning, vulgo EMMCMSP). Esse mestrado é realizado por 3 universidades em conjunto: Universidad de Sevilla, Universidade dos Açores e Università Iuav di Venezia.

Ok, mas antes de prosseguir com a candidatura... o que é o Erasmus?

Erasmus é um programa de mobilidade estudantil promovido pela União Européia e Estados associados. O nome vem de um pensador holandês (e intercambista! ) Erasmus de Rotterdam. E uma curiosidade... o nome Erasmus significa 'amado'... deu certin!

candidatando-se-a-mestrado-erasmus-mundu

Fonte

Então... existem várias categorias de programas de mobilidade Erasmus, e dentre eles está o Erasmus Mundus que oferece vários cursos de mestrado e doutorado. Para mais informaçöes, o acessa esse site aqui.

Um detalhe: só pode se candidatar a no máximo 3 cursos por ano. No meu caso, só me candidatei a um mesmo.

Outro detalhe: a candidatura é em inglês. Tudo tem que ser feito em inglês.

Os requerimentos eram:

  1. Formulário de inscrição.
  2. Currículo detalhado (na época eu não sabia, mas se você precisar de um modelo de currículo pode usar o EUROPASS).
  3. Carta de motivação.
  4. Duas cartas de recomendação.
  5. Certificado do curso de graduação (na época da inscrição eu ainda não tinha recebido, então enviei uma declaração de conclusão do curso - traduzida por um tradutor juramentado).
  6. Histórico do curso de graduação (também traduzido).
  7. Certificado de proficiência em inglês (TOEFL, IELTS, etc). A nota mínima era 79 no toefl ibt, mas a nota varia para cada curso Erasmus.
  8. Cópia do passaporte.

No início pode dar um desânimo de organizar toda essa papelada. Mas respire fundo e siga em frente. A inscrição é feita online na site do programa: http://www.iuav.it/ (matrículas abertas meu povo! ).

No caso de candidatos não-europeus a inscrição é feita para a categoria A de bolsas (B é para candidatos europeus).

A seleção (ou 'a espera de um milagre')

Atenção! Quanto mais sua vida acadêmica for relacionada ao curso escolhido, mais pontos você ganha (e maiores as chances de ser selecionado). Submeti a inscrição e fiquei na minha. Na verdade, eu tentei não pensar mais nisso. Não queria criar muitas expectativas e depois me frustar. Me inscrevi e pensei 'o que tiver de ser será'.

Mas por curiosidade, dois meses depois entrei em contato com um estudante desse mestrado... pelo Linkedin. Queria ter certeza (ou pelo menos uma idéia em quê eu estava me metendo hehe). Afortunadamente, esse estudante era um brasileiro (gente boa! ) e tirou algumas dúvidas minhas.

Acho que um mês depois o resultado saiu (ou seja, uns 3 meses após a inscrição). Meu nome estava lá. Foi um misto de emoções. Feliz e triste. Animada e apreensiva. Por um lado queria gritar pra todos e por outro não contar pra ninguém (sei lá, vai que alguma coisa dá errado. Gente, eu não sou pessimista, sou realista! ). Acredito que fui selecionada porque minha trajetória acadêmica combinava muito com o tema do mestrado.

Antes de embarcar

Depois que o resultado saiu. Surpresa! Mais documentos pra organizar. Prepare o bolso para mais traduções! Como a primeira universidade era Sevilha, na Espanha, dessa vez tinha que traduzir tudo pro espanhol pra poder se matricular.

Em seguida, enviei tudo pra Brasília pra ser legalizado pelo Ministério de Relações Exteriores (para que fossem válidos fora do Brasil). Agradeço ao meu querido primo Pedro pela ajuda! E claro, também tem o visto! Um detalhe é que a Universidade de Sevilla enviou a carta de admissão ao mestrado em inglês. Mas o Consulado espanhol pediu a versão em espanhol. E isso resultou num pequeno atraso de vida. Mas enfim, se acontecer com você fica ligado e envia logo a versão em espanhol.

E pra finalizar... os gastos com o traslado e etc. Como faz? Infelizmente, não é como no CSF que a bolsa já cai na conta aqui no Brasil e você pode comprar as passagens e etc. Confesso que isso me deixou um pouco desanimada. Como iria comprar bilhetes pra Europa e ainda me sustentar por um mês (ou dois) até que recebesse a bolsa lá?!

Felizmente contei com o apoio familiar (família é tudo! ). Foi um empréstimo. Porque a bolsa cobre os gastos do traslado e etc. Mas funcionaria como um reembolso. No fim deu tudo certo!

candidatando-se-a-mestrado-erasmus-mundu

E lá fui eu... embarcando em direção ao Velho Continente... mais uma vez.

Por hoje é isso. Beijos!


Galeria de fotos



Comentários (8 comentários)

  • Nathália Safar há 4 anos

    Eii Thaysa!

    legal seu post, bom saber de outros brasileiros que passaram pelo o que estou passando agora (estou me inscrevendo para um outro programa do Erasmus que chama TROPIMUNDO), diz q o resultado sai la para abril! Só por curiosidade, então você que arcou com os primeiros gastos (passagem, e moradia por 1 mês) ? Eles te mandaram a grana já em euros em alguma conta que você abriu ai ou foi para sua conta no brasil?

  • Thaysa Portela há 4 anos

    Obrigada Natália :)
    Sim, eu tive que arcar com as despesas (passagem e primeiro mês). No edital dizia que a bolsa cobria as despesas do traslado e etc, mas só quando já tinha feito o visto eu fiquei sabendo que a bolsa só seria depositada numa conta européia depois que eu chegasse lá.

  • Nathália Safar há 4 anos

    =] bom saber, pq ai ja me preparo caso eu seja aprovada!
    também participei do CsF e desde então pesquiso formas de voltar. Boa sorte!

  • Thaysa Portela há 4 anos

    De nada!! Boa sorte!! Vai dar certo ;)

  • Samantha Bueno há 4 anos

    Oii, Thaysa

    Obrigada por compartilhar sua experiência, me ajudou bastante.
    Estou me escrevendo pro EMMCMSP também e tenho mais algumas duvidas, que gostaria se saber se poderia me ajudar.
    Já finalizei minha inscrição mas queria me preparar para o envio dos outros documentos caso eu seja aceita, e estou meio confusa na parte que você disse que enviou tudo pra Brasília, quais seriam todos esses documentos, para aonde exatamente tem que ser enviado e se isso só é feito em Brasília ou em mais algum outro lugar do Brasil.

    Obrigada dese já

  • Thaysa Portela há 4 anos

    Olá Samanta... mulher, relaxa... vai dar tempo haha
    Pra Brasilia (legalizacao de documentos pra serem validos no exterior, pelo Ministerio de Relacoes Exteriores... logo, acho que só da pra ser la msm) eram os documentoos pro visto espanhol (por exemplo, o antecedentes criminais) e documentos pra matricula na espanha (historico escolar, diploma, etc)... boa sorte!!

  • Anna Karla Almeida há 3 anos

    Muito bom Thaysa! Acabei de passar em uma bolsa Erasmus Mundus! Estou cheia de coisas pra resolver e queria saber, quanto tempo mais ou menos demorou para ter seu visto liberado? Vou para Paris, eles tem umaplataforma chamada Campus France! Merci!! :D

  • Anna Karla Almeida há 3 anos

    E outra coisa, em termos de numeros, quanto mais ou menos vc gastou nesse primeiro mês? Vem o mês inicial mais a passagem? Tô com medo de não dar conta ehehe

    Ahhh também fui CsF, em Roma! :)

Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!