Advertise here

Helsinki e Tallin

Publicado por Maria Matos — há 5 meses

Blogue: Outras viagens
Etiquetas: Blogue Erasmus Tallinn, Tallinn, Estônia

Este Verão tive a oportunidade de participar numa conferência de uma organização relacionada com empreendedorismo e esta teve lugar em Tallin, na Estónia. Como as ligações Porto-Tallin não são fáceis ou baratas, eu e os meus amigos decidimos marcar um voo para Helsinki, na Finlândia, e aproveitar para conhecer ambas as cidades.

A viagem estava marcada para final do mês de Agosto. Depois de alguns problemas com voos e atrasos, fizemos uma escala em Lisboa e depois voámos até Helsinki. Tivemos a sorte de ficar instalados em casa de um amigo nosso finlandês, pois a cidade não é propriamente barata. A casa dele era nos subúrbios, mas num instante apanhávamos um comboio e chegávamos ao centro.

Era suposto termos começado a visita na Fortaleza de Suomenlinna, que toda a gente diz que vale muito a pena. Mas infelizmente devido ao atraso do voo não chegámos a tempo. Em vez disso decidimos passear livremente pelo centro, sem nenhum roteiro definido. A verdade é que o centro de Helsinki não é muito grande e faz-se bem a pé.

helsinki-tallin-07ba40699c5fb52423a88b1c

Vimos a Market Square (uma das praças principais), a Praça do Senado e a Catedral de Helsinki (onde também vimos os estudantes universitários a serem praxados, pelo que percebemos é tradição cada Universidade ter umas jardineiras com a cor do curso, tem muita piada!), a Esplanadi (um parque no centro da cidade), mais na zona do Porto vimos a Catedral de Uspenski. Estivemos em cima da Igreja Temppeliaukion, mas pagava-se a entrada e decidimos não entrar (a entrada é gratuita para menores de 18 anos) mas confesso que tive pena porque pareceu muito bonita. Aliás, a cidade tem edifícios com uma arquitetura muito peculiar e confesso que muitos passaram-me ao lado porque não planeámos bem a visita.

O resto do tempo foi passado a passear pelas ruas, sem rumo específico. Há uma parte que tem bastantes lojas e restaurantes, que achei muito moderna. O que mais me surpreendeu na cidade foi a atmosfera super tranquila e silenciosa. Não se ouve gritos ou música. E as ruas estão extremamente limpas! Senti mesmo que estava num país nórdico, tão diferente da cultura portuguesa.

Para o jantar, tivemos a sorte de ter a recomendação de um local: Löyly. Um restaurante com uma arquitetura espetacular (vencedora de vários prémios internacionais), que é um restaurante junto ao mar... com uma sauna no seu interior! Imaginem a situação, estão a aproximar-se do restaurante e cá fora estão algumas pessoas só de fato-de-banho a andar de um lado para o outro para entrarem nas saunas (uma grande tradição da Finlândia!). Achei o sítio muito interessante e para a incrível vista, o preço é bastante acessível. Comi um hamburguer nada de especial mas adorei o espaço e recomendo.

helsinki-tallin-9a8671ab524d77b6603fbf4a

No dia seguinte apanhámos um ferry em direção a Tallin. A viagem ficou barata graças a um contacto que temos. O ferry é grande e moderno, tem música ao vivo, restaurantes, lojas e até é possível alugar quartos. A viagem demora cerca de 2 horas e a wifi é quase inexistente.

Durante a conferência, ficámos todos hospedados no Park Inn by Radisson Meriton Conference & Spa Hotel Tallinn. O hotel tinha condições ótimas e tínhamos livre acesso ao SPA! As atividades da conferência também incluíam visitas a sítios muito interessantes da cidade: primeiro, o Telliskivi Creative City. É um centro criativo, localizado numa velha fábrica que foi toda remodelada e agora está super “hipster” e “trendy”, com vários restaurantes, bares e incubadoras de startup. Fez-me lembrar o LX Factory, em Lisboa, e gostei muito do ambiente! Imagino que Tallin tem o potencial para se tornar uma capital muito visitada, talvez mais do que Helsinki.

Outro local “diferente” que visitámos foi o Open Air Museum, um enorme parque onde é possível passear livremente e entrar em antigas casotas do século 18-20. É possível experimentar comida tradicional e comprar lembranças. Acho que o espaço está super bem conseguido, e no final fizemos um BBQ com uma enorme fogueira que estava super cozy.

helsinki-tallin-2319222473a7daab9c171be2

Ah, esqueci-me de referir que durante a conferência visitámos o Club of the Different Rooms, uma espécie de co-working space, em que toda a gente tem de tirar os sapatos e colocar chinelos para andar lá dentro! Gostei muito da ideia, apesar de não ser muito higiénico!

Ainda tivemos oportunidade de sair algumas vezes à noite, como no Club Hollywood.

No último dia da conferência só tínhamos algumas horas para visitar mais a cidade. Assim, concentramo-nos na Old Town. Fizemos uma visita guiada, que recomendo, pois é mais fácil do que explorarmos por nós próprios. A Old Town é pequena mas interessante, talvez não a mais bonita que já vi mas sem dúvida com edifícios interessantes devido à sua arquitetura. A St Alexander Nevsky Cathedral é especialmente bonita!

helsinki-tallin-7d95b23257a3b996604e8223

Nesse fim-de-tarde voltámos a apanhar o ferry de regresso a Helsinki (aproveito para dizer que o Porto de Helsinki é muito bonito!) para no dia seguinte de manhã cermos apanharmos o voo de regresso a Portugal. Foram 6 dias muito bem passados em duas capitais discretas mas que tenho a certeza que darão que falar no futuro!


Galeria de fotos


Comentários (0 comentários)


Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!

Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!