Lisboa | Experiência Erasmus Lisboa
Advertise here

Lisboa

Publicado por Ana Costa

3 Etiquetas: Experiências Erasmus Lisboa, Lisboa, Portugal


Olá a todos!

Vou-vos falar sobre a maravilhosa cidade de Lisboa, a capital mais ocidental da Europa. Em termos gerais, considero-a uma cidade ecléctica, pois consegue ser moderna e cosmopolita, sem descurar o lado tradicional e bairrista que a caracteriza. Há muito a dizer sobre Lisboa e muito para conhecer… a verdade é que a cidade tem uma mística que apaixona qualquer um…

Fonte.

Clima:

Apesar do clima ser bastante ameno (média temperatura anual 17º C), aconselho a todos que evitem vir no Inverno, porque a probabilidade de precipitação é maior, se bem que na época do Natal Lisboa fica lindíssima decorada com luzes.

Fonte.

Transporte:

Ir de avião para Lisboa é uma boa opção já que o aeroporto da Portela tem boas acessibilidades (fica a 7 km do centro). E para além disso, existem duas carreiras (91 Aerobus e 96 Aeroshuttle) que fazem ligação entre o aeroporto e o centro da cidade. O bilhete pode ser comprado no autocarro (3€) mas é válido para todos os transportes da empresa “Carris” nesse dia. Caso venhas de autocarro ou comboio, o ideal é sair em Santa Apolónia ou na Gare do Oriente, uma das estações rodoviárias e ferroviárias mais importantes da cidade, que serve de terminal e de interface de transportes, ou seja, tem sempre disponíveis ligações directas de autocarro ou metropolitano para o centro da cidade. Andar de táxi também pode ser outra opção, mas sairá muito mais caro.

De acrescentar que para circular na cidade o ideal é faze-lo de metropolitano (Metro de Lisboa - http://www.metrolisboa.pt, funciona desde as 6h30 am até 1h00 am) ou de autocarro (Carris - http://www.carris.pt/). Já para os que preferem um passeio mais calmo e turístico pela cidade, têm também o eléctrico e os tradicionais ascensores. Se és Erasmus aconselho-te vivamente a aderir ao “Lisboa Viva”, que é um cartão de suporte para carregamento de passes, aceite por todos os transportes da região de Lisboa (http://www.carris.pt/pt/lisboa-viva). Para quem quer sair à noite, a Carris tem também um serviço diário de transporte nocturno composto por nove percursos distintos. Depois nas noites de 6ª, sábado e vésperas de feriado, existe ainda, à noite, um outro serviço gratuito que funciona com um percurso.

Fonte.

Monumentos/Arquitectura:

  • Na zona do Chiado pode-se ver o Convento do Carmo, o Museu Nacional de Arte Contemporânea, ou simplesmente tomar um café (hábito muito característico dos “tugas”) na “Brasileira”, o qual tem uma famosa estátua do poeta Fernando Pessoa.
  • Convento do Carmo.

    Café a Brasileira.

  • O elevador de Santa Justa, na Baixa, é também um lugar de referência em Lisboa. Ao subir ao alto da torre, encontra-se um café com paisagem para o Rossio, a Baixa, o Castelo de São Jorge (monumento que também aconselho).
  • Elevador de Santa Justa.

    Castelo de São Jorge.

  • No sublime Panteão Nacional ou Igreja de Santa Engrácia estão sepultadas personalidades ilustres, como Almeida Garrett (escritor), Amália Rodrigues (cantora de fado), Teófilo Braga e Sidónio Pais (Presidentes da República) entre outros, e tem igualmente uma vista lindíssima.
  • Panteão Nacional.

  • Belém – Aqui vale a pena ver o imponente Mosteiro dos Jerónimos, o Padrão dos Descobrimentos, a Torre de Belém e o Centro Cultural de Belém, e claro se ainda houver tempo porque não passear nos lindíssimos jardins da zona. E, claro, não se pode esquecer de comer os famosos “Pasteis de Nata” (ver no ponto “Gastronomia”).
  • Mosteiro dos Jerónimos.

    Parque das Nações – depois de ser palco da Expo 98, o Parque das Nações permaneceu um espaço muito agradável para visitar. Possui um teleférico que transporta os visitantes de uma ponta à outra, no qual se pode desfrutar de uma vista magnífica sobre o rio Tejo e a cidade.

    Parque das Nações.

  • O Oceanário de Lisboa, que é um dos maiores aquários do mundo.
  • Oceanário de Lisboa.

  • A Torre Vasco da Gama e o Pavilhão do Conhecimento (museu moderno de ciência e tecnologia) são também outros lugares que aconselho neste espaço.
  • Torre Vasco da Gama.

De salientar ainda, para os amantes da música, o imponente Pavilhão Atlântico, um espaço onde fazem muitos concertos com artistas nacionais e internacionais. É muito fácil de visitar o Parque das Nações, uma vez que fica perto da Gare do Oriente (estação), e tem ainda um shopping o “Vasco da Gama”.

Comida:

Os diversos restaurantes e tascas oferecem uma grande variedade de petiscos e pratos típicos, como as pataniscas, os caracóis, as favas cozidas e claro, podem-se degustar um pouco por toda a cidade as mais de mil receitas de bacalhau que temos. Sem dúvida, é obrigatória a passagem pelo café e fábrica “Pasteis de Belém” para provar o doce mais emblemático de Lisboa (Pastel de Belém), o qual preserva a mesma receita desde 1837.

Pastel de Nata.

Preços:

Se vens de países como Itália, França ou Espanha, vais achar que em Portugal o custo de vida é mais baixo. Por exemplo, os preços das refeições podem variar muito, consoante o tipo de restaurante onde se coma, mas nos mais acessíveis poderá ser entre 5€ a 8€. Uma boa opção para quem é estudante é comer nas cantinas das universidades, cujo preço médio das refeições é de 2. 50€ e tens direito a sopa, pão, prato de comida, sumo ou água e sobremesa. O que realmente pode sair caro é o alojamento, já que se queres ficar numa boa zona, de certeza que vais pagar no mínimo, por um quarto individual e sem gastos 180€.

Compras:

Para aqueles que gostam de aproveitar um tempinho para as compras, podem fazê-lo na “Baixa”, uma vez que esta é uma das zonas comerciais mais antigas de Lisboa. Caso prefiram, temos também os centros comerciais da cidade, dos quais se destacam o Colombo (junto ao estádio do Benfica, é o maior da Península Ibérica), o Amoreiras Shopping Center e o El Corte Inglés.

Colombo.

Noite:

Penso que a zona para sair à mais conhecida de Lisboa para sair à noite é o Bairro Alto, que está repleto de bares, dos quais destaco o Bar Mezcal, onde se costumam reunir os Erasmus e as caipirinhas são muito boas :). Depois discotecas recomendo a Lux e a Docks Club, o preço em média é de 12€, mas vale mesmo a pena ir.

Bairro Alto.

Cultura e Costumes:

  • Festas populares - Para quem gosta de conhecer as tradições e de muita festa, aconselho que passem em Junho pela cidade, pois é o mês dos Santos Populares. De todas elas a mais famosa é a de Santo António (13 de Junho). Todos os anos “dão o nó” por esta altura mais de 15 casais ao mesmo tempo, chamam-se os “Casamentos de Santo António”. Pelas ruas vêem-se bandeiras e balões coloridos, música festiva, o cheiro das sardinhas grelhadas na brasa, manjericos (mas não toquem na planta, porque ela morre! ) e as famosas marchas populares (desfile dos moradores de cada bairro, ao som de músicas alegres, a obedecer, tal como as letras sobre a um tema alusivo).
  • Fado - Finalmente, como não poderia deixar de ser a visita teria de terminar com uma ida a Alfama, o mais antigo bairro típico da cidade, muito conhecido pelas suas casas de fado, que é música típica de portuguesa. Etimologicamente provém do latim “fatum” que significa “destino” e remete essencialmente para a nostalgia, num ritmo triste, melancólico e eminentemente saudosista. Cantado ao vivo arrepia e comove, até mesmo se és estrangeiro e não entendes o que se canta :). As fadistas mais conhecidas são Amália Rodrigues (já falecida), Dulce Pontes, Mariza (https://www.youtube.com/watch?v=S2Ip-uUhaoI), Ana Moura, entre outras. Diz-se que Lisboa sem o fado não teria alma.
  • Fado.

    Amália Rodrigues.

Para terminar, se és estudante deixo-te dois vídeos de dois erasmus em Lisboa que acho que comprovam bem aquilo que pode vir a ser a tua experiência:

Erasmus Student.

Erasmus Spirit of Lisbon.


Galeria de fotos



Content available in other languages

Partilha a tua Experiência Erasmus em Lisboa!

Se conheces Lisboa como nativo, viajante ou como estudante de um programa de mobilidade... sobre Lisboa! Avalia as diferentes características e partilha a tua experiência.

Comentários (3 comentários)

  • Emilio Nicolás há 11 anos

    Genial experiencia Ana! Gracias por compartirla!

  • Ana Costa há 11 anos

    Gracias Emilio :)

  • Inma Lorido há 10 anos

    Hola Ana me gustaria saber porque aquí la Universidad superior de educaçao no sale y también cuales son las mejores zonas cerca de esta universidad para coger un piso gracias :)

Partilha a tua experiência Erasmus!


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!