Advertise here

16/12/17 Patinagem no gelo que resulta em assédio e pé em carne viva

Publicado por Catarina Serrano — um ano atrás

Blogue: Vida em Iasi
Etiquetas: Blogue Erasmus Iasi, Iasi, Romênia

Mais uma vez acordei hoje de manhã com obras, mas tenho estado tão cansada que voltei logo a adormecer, porque achei que tinha sido eu a sonhar com o barulho, só para terem noção do que a privação de sono de está a fazer, contudo é por uma boa causa, descobri que estão a instalar câmaras em todo o lado. Não sei se estão a instalar as câmaras por causa das queixas que tenho feito dos espanhóis, só sei que é muita coincidência, porque passaram apenas uns dias a seguir às minhas reclamações e começam a colocar câmaras.

Os planos para hoje incluíam ir patinar no gelo e comer um bolo à Tuffli (endereço:Strada Alexandru Lăpușneanu 7B, Iași), a melhor pastelaria de Iasi, na minha opinião. Foi instalada uma pista de gelo ao lado do centro comercial e como nunca patinei no gelo achei que seria engraçado experimentar, mal eu sabia o que estava para vir.

Primeiro fui com a Carolina à pastelaria comer o tão esperado bolo, o verdadeiro motivo para irmos à pastelaria foi para perguntar se estava aberta no dia 24 de Dezembro, visto que queriamos comprar bolos para festejar o nosso natal sozinhas na Roménia, só que ficava mal entrar lá dentro apenas para perguntar isso, daí a termos que consumir um bolo.

Depois do bolo fomos tentar queimar as calorias para a pista de patinagem. O bilhete foi mais de 6 euros e, claro, tive que ser assediada pelos rapazes que estavam a tratar da entrega dos patins às pessoas e de guardar os seus pertences, o inglês deles não era o melhor, então um disse-me aquilo que, provavelmente, era a única coisa que sabia, "sexy girl, beautiful girl", os outros só estavam a olhar para mim, a comentar e a mandarem risinhos entre eles, enfim, é ridículo, ainda mais estavam lá famílias com crianças e eles estavam a ter aquele comportamento pouco profissional e maturo. A organização entre eles também era péssima, pois eu queria deixar as minhas coisas e um dizia-me para ir para a banca do lado, assim que chegava à banca do lado esse dizia-me que era a outra banca de onde tinha vindo, isto repetiu-se umas 4 vezes, já estava à beira de lhes mandar um berro e atirar com as botas a cima.

Assim que calcei os patins começaram as dores e quando entrei na pista de gelo as dores no pés pioraram, parecia que me estavam a arrancar a pele dos pés, paguei 6 euros para ficar o tempo todo a patinar como uma aleijada e a mandar guinchos de dor. Devo ter estado lá dentro uma meia hora e 20 minutos estive encostada à grade a tentar aliviar as dores, aqueles patins não tinham sido construídos para o meu tipo de pé, de certeza, devia processá-los a todos! Fui devolver os patins e buscar o meu cartão de cidadão e voltou o assédio, nem disse nada para não me aborrecer, peguei no que era meu e fui embora.

Assim que cheguei a casa fui às redes sociais, como faço sempre, e estava um pedido de amizade no Facebook, de um dos rapazes que me esteve a assediar antes, ou seja, o anormal ficou com o meu cartão de cidadão e foi pesquisar o meu nome e deve ter pesquisado bem, porque o meu último nome nem é aquele que uso nas redes sociais, por isso teve que fazer uma pesquisa intensiva para me encontrar, isso é uma falta de respeito e violação à minha privacidade, deixei o meu cartão de cidadão na banca dele para que pudesse levar uns patins, não foi para ser perseguida, isto é só gente estúpida.


Comentários (0 comentários)


Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?

Se estás a viver uma experiência no estrangeiro, és um viajante ávido ou queres dar a conhecer a cidade onde vives... cria o teu próprio blogue e partilha as tuas aventuras!

Queres ter o teu próprio blogue Erasmus?


Você ainda não tem uma conta? Regista-te.

Espera um momento, por favor

A dar à manivela!